Em publicação no TSE, União Brasil formaliza Capitão Wagner como presidente estadual da legenda

A demora na publicação do diretório no Ceará gerou especulações e fez com que o evento de filiações da sigla ocorresse sem a composição formal

Capitão Wagner comanda o evento do União Brasil no Ceará
Legenda: O auditório da Assembleia Legislativa ficou lotado de apoiadores do pré-candidato ao governo do Estado, na manhã desta terça (22)
Foto: Fabiane de Paula

O União Brasil (UB) formalizou, no fim da tarde desta terça-feira (22), o deputado federal Capitão Wagner na presidência estadual do Partido, além das demais lideranças que compõem o comando local. O parlamentar terá como vice-presidente o também deputado federal Heitor Freire. O secretário-geral do partido também vem da Câmara. É Danilo Forte, que deixou o PSDB para se filiar à nova legenda.

A formalização ocorre cinco dias depois de o parlamentar confirmar que venceu a batalha travada com o grupo governista local pelo comando do maior partido no País.

Os constantes adiamentos da formalização, entretanto, fizeram com que o evento de filiações da legenda, que ocorreu nesta terça-feira (22), pela manhã, ocorresse ainda sem a formalização do novo diretório.

No ato, por sinal, o grupo político liderado por Capitão Wagner lotou as dependências da Assembleia Legislativa do Estado.

Ao confirmar o comando da legenda, Wagner conclui a vitória na primeira batalha da sucessão estadual de 2022 contra o grupo governista.

Batalha nos bastidores

Desde dezembro, o parlamentar travou uma batalha nos bastidores com o suplente de senador Chiquinho Feitosa, que acabou se filiando ao PSDB, pelo comando do União Brasil.

O comando governista local esteve engajado nas negociaçãos, mas a legenda ficou indo mesmo para a oposição, daí o entendimento de que Wagner venceu esta primeira batalha.

Capitão Wagner parte agora para fortalecer a legenda e a política de alianças para as Eleições. Atualmente, partidos como Pros, Podemos, Avante, PSC e PTB já estão praticamente certos na aliança de oposição, mas o parlamentar que expandir.