Apesar da prata de Rayssa, Brasil fecha 3º dia abaixo das previsões de medalhas

Medalha de ouro no skate street era uma das mais esperadas; eliminações precoces também marcaram os 3 dias

Pâmela Rosa e Rayssa Leal
Legenda: Pâmela Rosa se contundiu e foi a primeira favorita brasileira a não cumprir expectativas; já Rayssa Leal, apesar da idade, tinha expectativas de pódio e conseguiu a prata
Foto: CBSK

Ainda é muito cedo para falar de desempenho brasileiro nos Jogos de Tóquio. Mas fechados os 3 primeiros dias de competição, o Brasil 'queimou alguns cartuchos' de medalhas previstas para conquistar na capital japonesa.

O ouro no skate street era uma das medalhas mais 'cantadas' antes da competição acontecer, principalmente com Pâmela Rosa. No entanto, a 'decepção' da desclassificação da brasileira foi compensada pela prata da pequena Rayssa Leal, de apenas 13 anos.

No geral, o Brasil acumulou algumas decepções, mas teve também algumas surpresas. Somente no final dos Jogos poderemos saber para onde pesará a balança.

Surpresas positivas

Judoca brasileiro Daniel Cargnin conquistou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Legenda: Judoca brasileiro Daniel Cargnin conquistou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: Gaspar Nóbrega/COB

O jogo pode virar

Apesar dos três dias razoáveis, muito ainda pode ocorrer, e outras apostas ainda podem se transformar em medalhas.

Veja alguns palpites de atletas cotados:

A aposta da coluna é que, com alguns dos nomes cotados abaixo, o Brasil feche os Jogos de Tóquio com 5 ouros, 6 pratas e 9 bronzes, ficando abaixo da campanha dos Jogos do Rio, mas batendo o recorde de número absoluto de medalhas, com 20 no total.

Ouro 🥇 (palpite 5)

  • Beatriz Ferreira (boxe)
  • Vôlei masculino
  • Isaquias Queiroz (canoagem)
  • Surfe masculino (Ítalo ou Medina) 
  • Martine Grael/Kahena Kunze (vela)
  • Futebol masculino 
  • Pâmela Rosa (skate) ❌

Prata 🥈 (palpite 6)

Rebeca Andrade se apresentando
Legenda: Rebeca Andrade se apresentou no solo ao som do funk "Baile de Favela"
Foto: Agência Brasil

  • Ana Marcela Cunha (maratona aquática)
  • Ágatha e Duda (vôlei de praia)
  • Bruno Fratus (natação)
  • Rebeca Andrade (ginástica artística)
  • Alison/Álvaro (vôlei de praia)
  • Alison dos Santos (400m com barreiras)
  • Rayssa Leal (skate) ✅
  • Arthur Nory (ginástica) - ❌

Bronze 🥉 (palpite 9)

Legenda: Thiago Braz, atleta do salto com vara, conquistou o ouro olímpico no Rio de Janeiro, em 2016
Foto: Wagner Carmo/CBAt

  • Arthur Zanetti (argolas)
  • Isaquias Queiroz e Jacki Godmann (canoagem)
  • Pedro Barros (Skate park)
  • Ana Patrícia e Rebeca (vôlei de praia)
  • Vôlei feminino
  • Thiago Braz (salto com vara)
  • Daniel Cargnin (judô) - bronze ✅
  • Bruno/Evandro (vôlei de praia)
  • Mayra Aguiar (judô)
  • Surfe masculino (Ítalo ou Medina) ❌
  • Kelvin Hoefler (skate street) - 👆 🥈
  • Futebol feminino
  • Letícia Bufoni (skate street) - ❌
  • Nathalie Moellhausen (esgrima) - ❌
  • Milena Titoneli (taekwondo) - ❌
  • Tatiana Weston-Webb (surfe) - ❌
  • Ícaro Miguel (taekwondo) - ❌

Não cotados (surpresas)

  • Fernando Scheffer (natação) 🥉