Fiec e CNI homenageiam quatro gigantes da indústria cearense

Em festa no La Maison, a CNI homenageia Ivens Júnior com a Medalha da Ordem do Mérito Industrial e a Fiec entrega a Medalha do Mérito Industrial a Hermano Frank, Carlos Pereira e Rogério Aguiar

Legenda: Os quatro homenageados de hoje pela CNI e pela Fiec são empresários importantes de vários setores da indústria cearense
Foto: Diário do Nordeste

Hoje, quinta-feira, 26, às 19 horas, a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) promove, no buffet La Maison, a festa do Dia da Indústria, durante a qual serão homenageados com a Medalha do Mérito Industrial quatro grandes empresários industriais cearenses que têm ajudado a alavancar a indústria deste estado. 

Neste ano, também se realizada a entrega da Medalha da Ordem do Mérito Industrial, concedida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A comenda é a mais importante condecoração da indústria brasileira. Ela foi outorgada, neste 2022, ao empresário Ivens Dias Branco Júnior, sócio e CEO do Grupo M. Dias Branco.

Já os homenageados com a Medalha do Mérito Industrial da Fiec são os empresários Francisco Rogério Osterno Aguiar, Hermano Franck Júnior e Carlos Pereira de Souza.

Eis o perfil de cada um dos homenageados, que serão saudados pelo presidente da Fiec, Ricardo Cavalcante: 

Carlos Pereira de Souza: Cearense de Juazeiro do Norte, o empresário é filho de pai pernambucano e mãe paraibana, cujo casamento só aconteceu após o aval dado pelo próprio Padre Cícero. Carlos Pereira veio para Fortaleza ainda adolescente, para concluir os estudos. Já adulto, dedicou-se à administração de empresas, quando teve acesso à DelRio, pequena empresa que pertencia ao Sr. José Oly Duarte, na época estabelecida na Rua Liberato Barroso, no centro de Fortaleza.

Carlos Pereira estudou nos EUA, onde fez curso na área têxtil e de confecções, no Fashion Institute of New York. No fim dos anos 1960, transferiu a Pequena DelRio para o bairro do Montese e, depois, para a Serrinha. Iniciou-se aí o trabalho que culminou na construção da empresa, com sua estrutura preparada para crescer.

Hoje, em Maracanaú, a DelRio conta com um Centro de Produção de Matérias Primas, produzindo 200 toneladas/mês de tecido, 8 milhões de metros de elásticos, além da produção de acessórios e Linha de Costura, tudo consumido pelas 16 unidades localizadas em vários municípios do Ceará. A empresa tem cerca de 3.500 colaboradores diretamente. 

Com sua visão empreendedora, criativa e visionária, Carlos Pereira considera-se movido pela ética. Conquistando espaço empresarial e fortalecendo o mercado através da qualidade de seus produtos, hoje reconhecidos e consumidos em todo o território nacional e em alguns países da América do Sul.

Rogério Osterno Aguiar: Nascido em Massapê, mas registrado em Marco, filho de Francisco Aguiar e Maria José Osterno Aguiar, Rogério Aguiar sempre dividiu a vida entre a família, a política e os negócios. Depois de um passado cheio de mudanças – ficou órfão de pai muito cedo, morou em Pernambuco e no Amazonas, mudou de emprego e de rumo várias vezes – ele, que já foi vendedor de sapatos e frentista, é hoje um dos maiores empresários da indústria de móveis.

Sua atuação vai além dos próprios empreendimentos. Foi de Rogério a ideia de articular, implantar e desenvolver o Polo Moveleiro de Marco, no norte do Ceará, gerando emprego e renda para milhares de pessoas em várias indústrias, incluindo suas fábricas e lojas pelo Brasil.
 
Na política, foi eleito vereador por dois mandatos e foi vice-prefeito e prefeito do município de Marco. Foi, ainda, deputado estadual por 5 legislaturas consecutivas. Casado com Vera Lúcia Neves Aguiar, com quem tem cinco filhos, Rogério Aguiar é uma inspiração para seus descendentes, amigos e empresários.

Hermano Franck Júnior: Neto de nordestinos, nortistas e alemães, filho de paraense com cearense, Hermano Franck Júnior tem 40 anos de trajetória no setor da mineração. Tudo começoulogo ao nascer, em Fortaleza. Saiu da maternidade direto para a fábrica, no bairro Parangaba, onde a família tinha um apartamento sobre o almoxarifado da empresa.

Estudou engenharia química, cujo curso abandonou para ingressar no de administração, seguindo as pegadas do pai, de quem herdou o nome e os negócios.
 
Hermano foi diretor administrativo da Fiec (2002-2006), diretor comercial da Chaves S/A Mineração e Indústria, sócio gerente da Magnesium Ltda e da Stargesso Indústria Ltda, ;presidente do Sindcerâmica (1991-2000) e do Sindiminerais (2005-2011), do qual é delegado suplente (2019-2027).

Para Hermano Frank, “o elixir do ser humano é o trabalho.” Após tantas décadas à frente de grandes projetos, considera que, para além do sabor da vitória, o que vale realmente como troféu é a própria luta - esta que não pretende interromper.

Ivens Dias Branco Júnior: Francisco Ivens de Sá Dias Branco Júnior, o Ivens Júnior, é acionista e CEO de M. Dias Branco, empresa líder dos mercados nacionais de massas e biscoitos e incluída entre as maiores do mundo nestes segmentos.

Iniciou suas atividades profissionais em 19876 na própria companhia, percorrendo vários de seus setores. Em 1981, destacou-se na área industrial e tornou-se acionista da M. Dias Branco, assumindo sua Diretoria Industrial.

Anos depois, contribuiu, fundamentalmente, para a implantação da unidade industrial produtora de margarinas e gorduras vegetais e, em 2006, assumiu a Vice-Presidência Industrial até sua designação para a atual posição, alguns anos antes do falecimento de seu pai, Ivens Dias Branco. 

Ao longo de sua carreira, Ivens Júnior foi agraciado com diversos prêmios e títulos.