Evangelho de hoje 29/12 (Lc 2, 22-35)

Simeão disse: "Agora, Senhor, meus olhos viram a tua salvação, que preparaste diante de todos os povos: luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel.'

Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor. Conforme está escrito na Lei do Senhor: 'Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor.' Foram também oferecer o sacrifício - um par de rolas ou dois pombinhos - como está ordenado na Lei do Senhor. Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor. Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: 'Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; porque meus olhos viram a tua salvação, que preparaste diante de todos os povos: luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel.' O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele. Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: 'Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma.' 

Reflexão - “Experiência de salvação”

Ao levarem Jesus ao templo para apresentá-lo ao Senhor, Maria e José encontraram Simeão, homem justo e piedoso. Simeão, iluminado pelo Espírito Santo, reconheceu o Salvador quando os seus olhos pousaram em Jesus. Assim, ele pôde dar graças a Deus pelo benefício que lhe fora concedido.  Da mesma forma acontece com cada um de nós quando voltamos o nosso olhar para Jesus e cheios do Espírito Santo esperamos as promessas de Deus. É o Espírito Santo quem nos faz ter uma experiência de salvação com Jesus. Quando isto acontece nada mais será importante na nossa vida, pois o processo de conversão começa a nos transformar. Podemos dizer que tivemos um encontro pessoal com Jesus quando sentimos a força do alto na hora do desamparo, e experimentamos a alegria no momento de tristeza, mantendo acesa a chama da fé nas horas de maior desespero. Simeão, homem velho, já quase no final da vida, poderia estar desiludido e desanimado, no entanto, frequentava o templo todos os dias, porque o Espírito Santo já lhe havia anunciado antes, que ele não morreria sem ver o Messias. Por isso, ele continuou firme e cheio de esperança. O Espírito Santo também hoje nos assegura que Jesus já veio mais uma vez no Natal e que, se mantivermos os nossos olhos voltados para Ele, com certeza, poderemos ter novamente uma experiência de salvação. Sentir a presença de Jesus dentro do nosso coração é o maior bem e o melhor presente de Natal que podemos receber.   - Você já teve a experiência de sentir a força do alto na hora da provação? – Você pode dizer que já teve um encontro com Jesus? -  Procure mergulhar em si mesmo (a) e peça ao Espírito Santo que lhe revele o que o seu coração pensa. 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO