Evangelho de hoje, 2ª feira,23/05 (Jo 15, 26 -16,4a)

Jesus aos seus discípulos: "Eu vos digo isto, para que vos lembreis de que eu o disse, quando chegar a hora."

Legenda: Se não estivermos em sintonia com o Espírito de Deus, podemos nos equivocar mesmo quando servimos a Deus
Foto: Divulgação

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Quando vier o Defensor que eu vos mandarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim. E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o começo. Eu vos disse estas coisas para que a vossa fé não seja abalada. Expulsar-vos-ão das sinagogas, e virá a hora em que aquele que vos matar julgará estar prestando culto a Deus. Agirão assim, porque não conheceram o Pai, nem a mim. Eu vos digo isto, para que vos lembreis de que eu o disse, quando chegar a hora.  

Reflexão - O nosso testemunho de vida é a prova da nossa fidelidade a Jesus

Enquanto não tivermos uma experiência concreta com Jesus Salvador, nós próprios nos tornaremos antagonistas da nossa felicidade. A ignorância é o maior adversário no nosso processo de conversão a Jesus Cristo. Por isso, muitas vezes, em nome de Deus nós aprisionamos as pessoas que estão a serviço do amor e da verdade. Com efeito, Jesus nos adverte para que não nos admiremos com as ações daqueles que não estão em sintonia com o projeto do Pai. Eles agem por ignorância. O Senhor nos mostra isto quando diz que os que agem contra os princípios evangélicos são os que não conhecem o Pai, o Filho e o Espírito Santo que é o Amor. O Espírito Santo, no entanto, é o nosso defensor e  um verdadeiro guia das nossas ações. É Ele quem dá testemunho de Jesus Cristo. Se não estivermos em sintonia com o Espírito de Deus, podemos nos equivocar mesmo quando servimos a Deus e a Ele prestamos culto. As nossas ações precisam ter coerência com o pensamento de Deus para que a nossa fé não seja abalada nem tampouco a fé das pessoas com quem convivemos. O nosso testemunho de vida é a prova da nossa fidelidade a Jesus e ao que Ele tem nos ensinado desde o começo da nossa caminhada. Por outro lado, não devemos nos desesperançar quando nos depararmos com o contratestemunho de alguns pseudocristãos, muito pelo contrário, precisamos nos lembrar do que Jesus já nos recomendou e seguir adiante na nossa caminhada. – Você teme as pessoas que o (a) desafiam em nome de Deus? – Você tem pedido ao Espírito Santo que o (a) defenda dos “ignorantes de Deus”? – Você continua firme mesmo quando é perseguido (a) pelas ideias do mundo? – Você tem dado testemunho de que realmente conhece a Deus? 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO