Evangelho de hoje 16/01 (Jo 2, 1-11)

O Espírito Santo é o vinho que dá alegria e esperança aos nossos corações

Legenda: Maria disse aos que estavam servindo: "Fazei tudo o que Ele lhes disser".
Foto: Divulgação

Naquele tempo: Houve um casamento em Caná da Galiléia. A mãe de Jesus estava presente.  Também Jesus e seus discípulos tinham sido convidados para o casamento.  Como o vinho veio a faltar, a mãe de Jesus lhe disse: 'Eles não têm mais vinho'. Jesus respondeu-lhe: 'Mulher, por que dizes isto a mim? Minha hora ainda não chegou.' Sua mãe disse aos que estavam servindo: 'Fazei o que ele vos disser'.  Estavam seis talhas de pedra colocadas aí para a purificação que os judeus costumam fazer. Em cada uma delas cabiam mais ou menos cem litros.  Jesus disse aos que estavam servindo: 'Enchei as talhas de água'. Encheram-nas até a boca.  Jesus disse: 'Agora tirai e levai ao mestre-sala'. E eles levaram.  O mestre-sala experimentou a água, que se tinha transformado em vinho. Ele não sabia de onde vinha, mas os que estavam servindo sabiam, pois eram eles que tinham tirado a água. O mestre-sala chamou então o noivo e lhe disse: 'Todo mundo serve primeiro o vinho melhor e, quando os convidados já estão embriagados, serve o vinho menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora!'  Este foi o início dos sinais de Jesus. Ele o realizou em Caná da Galiléia e manifestou a sua glória, e seus discípulos creram nele.  

Reflexão – “O Espírito Santo é o vinho que dá alegria e esperança aos nossos corações”

Foi numa festa de casamento e a pedido de Sua Mãe que Jesus manifestou pela primeira vez o Seu poder de fazer milagres. Ao perceber que o vinho havia acabado e já prevendo a frustração dos noivos e dos convidados Maria intercedeu junto do Seu Filho com determinação, dando provas da confiança que depositava Nele. A firmeza de Nossa Senhora diante da argumentação de Jesus de que não havia ainda chegado Sua hora é um detalhe muito importante para nosso crescimento como cristãos. Por isso, nunca deveríamos nos esquecer de que na festa da nossa vida, Maria está presente tanto nos momentos alegres como também naqueles de maiores dificuldades. A certeza disso é razão para que tenhamos esperança diante das nossas carências, porque a nossa vida também pode ser comparada com uma “festa” na qual celebramos a fraternidade e partilhamos experiências, necessidades, alegrias e sofrimentos. Há dias em que nos falta o vinho da alegria, da paz, da saúde da sobrevivência financeira, porém, precisamos ter confiança de que Nossa Senhora, Mãe de Jesus, atenta a tudo, percebe as nossas dificuldades, escuta o nosso silêncio e vê a nossa angústia. Ela se antecipa e pede ao Seu Filho por nós, mas também recomenda: “fazei o que Ele vos disser”. Se seguirmos as suas instruções, com certeza, Jesus manifestará o Seu poder e transformará no vinho que está faltando, a água que Lhe apresentarmos. Como fez nas Bodas de Caná, Jesus também poderá fazer na nossa vida e transformar o pouco que temos em algo muito melhor. Jesus providencia o vinho melhor quando nos dá o Seu Espírito Santo, que nos plenifica, nos motiva e nos impele a prosseguir com confiança. Isto acontece também, quando pedimos a Sua intervenção e o Seu auxílio. O Espírito Santo é o vinho que dá alegria e esperança aos nossos corações. É Ele quem nos ensina a amar, a perdoar, a ser forte, a lutar, a prosseguir. O vinho do Amor é o Espírito de Jesus. Por isso não nos cansemos de pedir: “Vem, ó Espírito Santo!”  - O que está faltando na sua vida? – Qual é hoje o vinho que está faltando para a sua festa ser alegre? - Você tem feito tudo o que Jesus lhe diz?  – Faça hoje uma oração invocando a presença do Espírito Santo através do pedido de Maria! 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária