Evangelho de hoje 12/01 (Mac 1,29-39)

Jesus andava por toda a Galiléia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.

Legenda: O Senhor nos envia a também para tocar, curar, compreender, amar. Isto é também evangelizar!
Foto: Divulgação

Naquele tempo: Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, para a casa de Simão e André. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e eles logo contaram a Jesus. E ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-a a levantar-se. Então, a febre desapareceu; e ela começou a servi-los. É tarde, depois do pôr-do-sol, levaram a Jesus todos os doentes e os possuídos pelo demônio. A cidade inteira se reuniu em frente da casa. Jesus curou muitas pessoas de diversas doenças e expulsou muitos demônios. E não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era. De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto. Simão e seus companheiros foram à procura de Jesus. Quando o encontraram, disseram: 'Todos estão te procurando'. Jesus respondeu: 'Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim'. E andava por toda a Galiléia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.  

Reflexão - “A nossa missão se manifesta no dia a dia da nossa vida” 

Jesus não deixava nada para o dia de amanhã e aproveitava todas as oportunidades para evidenciar a Sua ação libertadora. Não perdia tempo e mostrava isto em todos os momentos pregando, ensinando, curando, sempre se aproximando dos que estavam necessitados. Ele não se limitava somente a curar as pessoas fisicamente, mas chegava perto delas, tocava-lhes e as ajudava a levantar-se. Constatamos isso, com a sogra de Pedro. Tudo fazia com amor. Não menosprezava os velhos, nem as crianças. Todos tinham vez na sua trajetória. Ele curava as pessoas para que elas fossem úteis e tivessem uma vida eficaz. Somos curados (as) para servir a Deus, por isso, Jesus nos deu o exemplo do que precisamos fazer ao “sair da sinagoga”. O louvar, o orar, o adorar a Deus é fundamental, porém, não podemos ficar somente nisso: o Senhor nos envia a também tocar, curar, compreender, amar. Isto é também evangelizar! Desta maneira, com as suas atitudes Jesus nos dá ciência de que a Sua Missão de Salvador se manifesta no dia a dia da nossa vida. Ele tinha consciência de que precisava ir adiante, deste modo, não se prendia aos lugares e tinha, exclusivamente, o objetivo de cumprir a Missão que o Pai lhe confiara. Não tinha tempo para descansar e não se apegava a ninguém nem mesmo àqueles (as) que O exaltavam.  Ele cuidava de todos, escutava a todos, atendia a todos. Precisamos entender que a salvação começa agora no nosso dia a dia e não podemos perder tempo. – Qual é o seu comportamento quando sai da “sinagoga”? - Qual tem sido o resultado prático e concreto da sua oração e adoração ao Senhor? – Você costuma aproximar-se das pessoas para ajudá-las a levantarem-se?  -  Como você vê as pessoas que já estão idosas? O que você faz para que elas sejam úteis? 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO