Ceará e Fortaleza: as constatações do fim de semana

Vovô e Bahia fazem a final da Copa do Nordeste, pelo segundo ano seguido. Enderson Moreira é demitido após eliminação do Fortaleza

Imagem das arquibancadas da Arena Castelão, vazias
Legenda: Imagem das arquibancadas da Arena Castelão, vazias
Foto: Sistema Verdes Mares

Os dois jogos de sábado, na Arena Castelão, nos comprovaram algumas situações que pareciam inevitáveis.

O Ceará só não passaria pelo Vitória, salvo as questões do futebol, de nem sempre o melhor vencer. Mas, o que chamou minha atenção, mais uma vez, foi a solidez de um time que parece ter certeza de cada passo dentro de campo.

Abriu 2x0 e controlou o jogo, de uma semifinal de Copa do Nordeste, já pensando em outra decisão, na terça-feira, pela Sul-Americana.

Às 20h30, uma expectativa que me preocupava: será que seria mais um jogo arrastado? Será que veríamos alguma evolução? 

Sim e não. Jogo feio, pouquíssima inspiração e uma eliminação nos pênaltis, que premiou a melhor equipe durante os 90 minutos.

Demissão de Enderson Moreira é triste, algo ruim, complicado iniciar mais um trabalho, mas me parecia necessária. A medida que nem nas justificativas e coletivas, o técnico se ajudava.