Novas oportunidades de trabalho no mercado financeiro cearense

dedo digitando em calculadora
Legenda: Para atuar como analista de investimentos, é obrigatório possuir nível superior e possuir o Certificado Nacional do Profissional de Investimento
Foto: Divulgação

O sonho de trabalhar no mercado financeiro aqui, no Ceará, até alguns anos atrás, de forma geral, estava restrito às grandes Instituições Financeiras, principalmente para atuar em agências bancárias.

Com os avanços do mercado financeiro, sobretudo na seara de investimentos, em que um novo mercado, mais global, digital e customizado, possibilita o surgimento de novas oportunidades de trabalho; trataremos, na coluna desta semana, caro leitor, sobre duas carreiras promissoras no mercado financeiro cearense: assessor e analista de investimentos.

Entre as novas oportunidades, sem dúvida, a que chama mais atenção na demanda por profissionais, é o de assessor de investimento.

Já é notória a expansão nos últimos anos dos escritórios de agentes autônomos de investimentos, onde os assessores desempenham trabalho importante de suporte aos clientes.

Para ser assessor de investimento e atuar nestes escritórios, o domínio de finanças e dos produtos, ter perfil comercial e possuir a certificação financeira emitida pela Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias – ANCORD, denominada de Agente Autônomo de Investimentos – AAI, são requisitos necessários.

Além do mercado bancário tradicional, a função de assessor de investimentos é a “porta de entrada” para o mercado financeiro, especialmente para quem deseja atuar na distribuição de produtos de renda fixa, variável, investimentos estruturados e internacionais.

No Ceará, é uma carreira em ascensão, de grande potencial e demanda aquecida.

Outro potencial de crescimento expressivo no mercado financeiro aqui, no Ceará, são as gestoras de recursos, as chamadas Assets. A vontade dos clientes de sair dos produtos de “prateleira”, combinado com custos mais atrativos e teses de investimentos mais sofisticadas, devem potencializar as gestoras de recursos no Ceará.

Assim, com o avanço das Assets, deve se potencializar a demanda por analistas de investimentos, por ser o profissional especializado para recomendar ativos mobiliários (ações, fundos imobiliários, etc.). Para atuar como analista de investimentos, é obrigatório possuir nível superior e possuir o Certificado Nacional do Profissional de Investimento – CNPI, emitido pela Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais – APIMEC.

Outras oportunidades relacionadas a wealth management, fundos de investimentos em direitos creditórios, gestor de fundos, trader, entre outras, também devem estar no radar dos interessados em trabalhar no mercado financeiro cearense.

Grande abraço e até a próxima semana!

*Esse texto reflete, exclusivamente, a opinião do autor.



Assuntos Relacionados