Ranking de clubes mais valiosos do Brasil tem Ceará e Fortaleza no Top-30; veja posições e valores

O levantamento é da Sports Value, especializada em marketing esportivo

Atletas de Ceará e Fortaleza disputam bola
Legenda: Ceará e Fortaleza estão entre no Top-30 dos clubes mais valiosos do futebol brasileiro
Foto: Thiago Gadelha / SVM

Um levantamento da Sports Value, consultoria especializada em marketing esportivo, definiu os clubes mais valiosos do futebol brasileiro para 2022. O Top-30 do ranking nacional envolve um montante total de R$ 25,3 bilhões. Dentre os pontos analisados estão aspectos como valores dos elencos e projeções da marca.

Com a ascensão do futebol cearense, Ceará e Fortaleza estão listados. Hoje, o Leão está na 18ª posição, com valor de R$ 351 milhões, enquanto o Vovô surge em 24º, com total de R$ 292 milhões.

Representantes estaduais na próxima Série A, sendo também os únicos do Nordeste, as equipes se preparam para disputar a Libertadores e a Sul-Americana, respectivamente. Na elite nacional, o Alvinegro chega para o 5º ano seguido, e o Tricolor terá pela frente a 4ª campanha consecutiva.

O líder do ranking é o Flamengo, com montante estimado em R$ 2,69 bilhões. A disparidade de valor é importante para ressaltar os desafios do Brasileirão, em que a competitividade ocorre com abismos envolvendo investimento e receita no futebol. O 2º é o Palmeiras, com total de R$ 2,34 bilhões.

Top-30 de clubes mais valiosos do Brasil:

 

  1. Flamengo: R$ 2,69 bilhões
  2. Palmeiras: R$ 2,34 bilhões
  3. Corinthians: R$ 2,27 bilhões
  4. Atlético-MG: R$ 1,96 bilhão
  5. Athletico-PR: R$ 1,78 bilhão
  6. Internacional: R$ 1,718 bilhão
  7. São Paulo: R$ 1,716 bilhão
  8. Grêmio: R$ 1,5 bilhão
  9. Fluminense: R$ 1 bilhão
  10. Santos: R$ 967 milhões
  11. Vasco: R$ 802 milhões
  12. Red Bull Bragantino: R$ 692 milhões
  13. Cruzeiro: R$ 635 milhões
  14. Botafogo: R$ 511 milhões
  15. Bahia: R$ 459 milhões
  16. América-MG: R$ 402 milhões
  17. Coritiba: R$ 396 milhões
  18. Fortaleza: R$ 351 milhões
  19. Sport: R$ 345 milhões
  20. Atlético-GO: R$ 340 milhões
  21. Guarani: R$ 300 milhões
  22. Ponte Preta: R$ 297 milhões
  23. Santa Cruz: R$ 295 milhões
  24. Ceará: R$ 292 milhões
  25. Náutico: R$ 287 milhões
  26. Goiás: R$ 239 milhões
  27. Paysandu: R$ 162 milhões
  28. Cuiabá: R$ 161 milhões
  29. Avaí: R$ 159 milhões
  30. Vitória: R$ 155 milhões