Fortaleza aposta alto em David e descarta imbróglio judicial com Vitória e Metalist; entenda

O atacante de 22 anos assinou contrato com o time cearense até 2025

David Conceição sorri para foto em treino do Vitória-BA
Legenda: David Conceição fo irevelado na base do Vitória-BA e se destacou no profissional em 2021
Foto: Letícia Martins / Vitória-BA

O Fortaleza aposta alto na contratação do atacante David Conceição, de 22 anos. Revelado na base do Vitória-BA, o atleta tinha sido negociado com o Metalist, da Ucrânia, por 1,2 milhão de euros (cerca de R$ 6 milhões), mas retornou ao Brasil devido à invasão russa no país. Assim, assinou com o Leão até 2025.

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (9), o presidente tricolor Marcelo Paz explicou o caso. Pelo time baiano, em 2021, David participou de 59 partidas e fez 11 gols na última temporada.

David posa para foto com a camisa do Metalist, da Ucrânia
Legenda: O Vitória-BA acertou a venda de David ao Metalist, da Ucrânia, em fevereiro
Foto: divulgação / Metalist

"Nós entendemos que não tem problema futuro para o Fortaleza, por isso que fizemos a contratação. O Vitória-BA fez a negociação com o Metalist, então tem de tratar com o Metalist. Ele chegou lá, treinou, veio a guerra, que a gente torce que isso se resolva, e ele teve a rescisão dada pelo Metalist. Ele deixou de ser jogador do Metalist, ficou livre, e o Metalist assinou a rescisão. Ele pode até jogar (no Fortaleza) porque a rescisão dele foi antes do dia 12 de abril, e todos os atletas que tiveram a rescisão antes do dia 12 de abril não entram na janela (de transferência)”, explicou o dirigente.

A diretoria do Vitória-BA alega que ainda não recebeu nenhum valor da operação e que deve acionar os meios jurídicos para a cobrança. Como David viajou para a Ucrânia, mas não teve oportunidade de atuar, o Metalist rescindiu o vínculo sem pagar. No Fortaleza, no entanto, o foco é a recuperação física do jogador, que é tratado como uma grande joia pela velocidade, o forte 1x1 e poder de finalização.

Evolução no Fortaleza

O monitoramento do atleta era feito pelo Centro de Inteligência (CIFEC), com características que se adequavam ao modelo de jogo leonino. A proposta inicial é a entrada no Sub-23, mas a evolução nos treinamentos pode acelerar a transição: hoje, o jogador busca intensificar esses trabalhos físicos.

A chegada é tratada como uma oportunidade de mercado internamente, uma vez que David era tratado como um “agente livre” pela Fifa, assinou a rescisão contratual. Além do Fortaleza, equipes como o RB Bragantino também monitoravam o atacante.

Hércules comemora gol pelo Fortaleza
Legenda: Hércules chegou ao Fortaleza para o time Sub-23 e agora atua no profissional do clube
Foto: Thiago Gadelha / SVM

O projeto leonino é permitir que o jogador siga os passos de diversos destaques dos Aspirantes. O modelo ideal é o volante Hércules, que foi adquirido junto do Atlético-CE por R$ 200 mil, se destacou no Sub-23, participou de treinos comandados por Juan Pablo Vojvoda em 2021 e, agora, integra o profissional, sendo titular em diversos jogos.

O panorama reforça o cuidado e o detalhamento do trabalho de monitoramento do Leão. A faixa de idade até 23 anos também se caracterizou como um índice buscado na investida ao mercado. Assim, o Fortaleza rejuvenesce o elenco, trabalha na evolução e aposta no futuro.