Entenda como o Ceará lucra com Arthur Cabral em caso de nova venda

Clube pode conquistar até R$ 18 milhões se proposta do Leeds, da Inglaterra, foi concretizada

Legenda: Pelo Basel, Arthur Cabral soma 18 gols em 39 jogos
Foto: divulgação

A diretoria do Ceará acredita ter direito a parte de uma futura venda do atacante Arthur Cabral ao exterior. No momento, o atleta está no Basel, da Suíça, mas recebeu oferta de 18 milhões de euros (R$ 117 mi) para atuar no Leeds, da Inglaterra.

Na conta alvinegra, o Vovô ganha R$ 15 mi caso a negociação seja fechada neste valor, mais 2,6% do total devido ao mecanismo de solidariedade da FIFA aos clubes formadores, totalizando R$ 18 milhões. Esse valor não inclui possível repasse de receita a empresários.

O cálculo não é simples e segue sem aval do Palmeiras - o imbróglio pode se tornar jurídico. A tese tem início no fato dos dois clubes dividirem os direitos econômicos do atleta em 50%. Assim, na primeira negociação (ida de Arthur ao Basel por R$ 26,7 milhões) repartiram R$ 13,3 milhões para cada um.

Na venda, a diretoria alviverde acertou percentual de 'Mais Valia' com o Basel, ou seja, ficaria com taxa de 30% em caso de nova negociação. Segundo o UOL, as partes acordaram que haveria desconto neste índice de 2,5 milhões de euros. Logo, se Arthur é vendido por € 18 mi, o valor de referência é € 15,5 mi. 

O mais importante é: na conversão, chegamos a R$ 101 milhões, sendo a parte do Palmeiras avaliada em R$ 30,3 milhões (aqueles 30%). O presidente Robinson de Castro acredita que o Ceará mantém a mesma divisão igualitária do início, o que lhe garante metade dessa receita (por isso, R$ 15 mi).

O fato é que o atleta de 22 anos vive grande fase na Europa, com 18 gols em 39 jogos. Além do Leeds, há interesse de outros clubes da Europa no 'Rei'. Importante ressaltar que não há nada fechado.

Todos os olhos para um atleta formado na Cidade Vozão, em Itaitinga. Lapidar um talento é raro, na magnitude de Arthur é mais ainda, mas a recompensa é técnica, financeira e de representatividade no mercado.

O problema é: Dentro da compreensão dos fatos, uma interpretação possível do lado paulista é de que o valor referente ao Vovô foi quitado na primeira venda, quando o Basel adquiriu os direitos do centroavante. Assim, o Ceará recebeu tudo que lhe cabia, sendo a negociação com o Basel algo exclusivo do Palmeiras - que ficaria com tudo. Enfim, são cenas dos próximos capítulos.

Em tempo: os valores utilizam como referência a cotação de 1 euro igual a R$ 6,55. Podem variar a depender do dia em que houver a conversão.

Confira o CearáCast com Antero Neto e Daniel Rocha:

Powered by RedCircle