Brasil x Espanha na final dos Jogos Olímpicos reúne talentos e reedita Copa das Confederações

As duas equipes disputam a medalha de ouro no próximo sábado (7), no Japão

Montagem com fotos de atletas do Brasil e da Espanha
Legenda: Brasil e Espanha se enfrentam na final dos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: AFP

A medalha de ouro no futebol masculino nas Olimpíadas de Tóquio será decidida entre Brasil e Espanha. As duas seleções garantiram vaga na final e se enfrentam no próximo sábado (7), às 8h30 (de Brasília), no estádio Saitama, do Japão. E o duelo reúne duas gerações talentosas.

inter@

Na análise da lista de convocados, as duas equipes eram as mais preparadas do torneio. Em tese, os melhores se confirmaram, apesar da difícil caminhada até a decisão: há um clássico em Tóquio.

Últimas finais do futebol masculino em Olimpíadas

  • 2016: Rio de Janeiro [BRA] | Brasil (5) 1x1 (4) Alemanha
  • 2012: Londres [ING] | México 2x1 Brasil
  • 2008: Pequim [CHN] | Argentina 1x0 Nigéria
  • 2004: Atenas [GRE] | Argentina 1x0 Paraguai
  • 2000: Sydner [AUS] | Camarões (5) 2x2 (3) Espanha 

 

No histórico, é o primeiro duelo dos países desde 2013, quando o Brasil foi campeão da Copa das Confederações. No Rio de Janeiro, venceu os europeus por 3 a 0 no estádio Maracanã. 

Atletas do Brasil comemoram gol
Legenda: O Brasil venceu a Espanha por 3 a 0 na final da Copa das Confederações de 2013
Foto: reprodução / SporTV

Ao todo, são cinco triunfos e duas derrotas, essas em 1934 e 1990. Para além das Olimpíadas, os confrontos também foram em Copas do Mundo e amistosos.

Reunião de talentos

A Espanha convocou seis atletas que estavam na Eurocopa de 2021 para as Olimpíadas: o goleiro Unai Simón (Athletic Bilbao); os zagueiros Eric García (Barcelona) e Pau Torres (Villareal); os meias Pedri (Barcelona) e Dani Olmo (Leipzig-ALE); além do atacante Mikel Oyarzabal (Real Sociedad).

Rafa Mir comemora gol com sorriso e braços abertos
Legenda: Rafa Mir é o artilheiro da Espanha nos Jogos Olímpicos com três gols
Foto: AFP

O elenco reúne ainda o atacante Marco Asensio (Real Madrid) e o meia Dani Ceballos (Arsenal-ING). O objetivo é repetir o ouro conquistado em 1992. Antes, o mais próximo era a prata em Sydney-2000.

Medalhas do Espanha no futebol masculino das Olimpíadas:

  • 1992: Barcelona [ESP] | Ouro
  • 2000: Sydney [AUS] | Prata

 

Na campanha ao mata-mata, ocupou a liderança do Grupo C com 55,6% de aproveitamento: empates com Egito (0x0) e Argentina (1x1), e vitória contra a Austrália (2x0). Nas quartas, goleou a Costa do Marfim (5x1) e superou o Japão na semifinal (1x0).

Joias em campo

O Brasil tem uma equipe com menos experiência e sem algumas estrelas da nova geração como os atacantes Vinícius Júnior e Rodrygo, ambos vetados pelo Real Madrid. Apesar disso, aposta na experiência de Daniel Alves e no talento de Richarlison, nomes que são parte da equipe principal.

Richarlison comemora gol do Brasil com símbolo do rock
Legenda: O atacante Richarlison é uma das estrelas do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: divulgação / Brasil

A dupla tem o acréscimo do goleiro Santos (Athletico/PR) e do zagueiro Diego Carlos (Sevilla). Em busca de repetir o ouro conquistado na Rio-2016, apresenta coadjuvantes importantes como o meia Claudinho (Bragantino), o volante Bruno Guimarães (Lyon-FRA) e o atacante Antony (Ajax-HOL).

Medalhas do Brasil no futebol masculino das Olimpíadas:

  • 1984: Los Angeles [EUA] | Prata
  • 1988: Seul [COS] | Prata
  • 1996: Atlanta [EUA] | Bronze
  • 2008: Pequim [CHN] | Bronze
  • 2012: Londres [ING] | Prata
  • 2016: Rio de Janeiro [BRA] | Ouro

 

O Brasil encerrou a fase de grupos na 1ª colocação do Grupo F, com 7 pontos: vitórias contra Alemanha (3x2) e Arábia Saudita, além do empate com Costa do Marfim (0x0). Nas quartas, eliminou o Egito (1 a 0). Já na semifinal, empatou em 0 a 0 com o México e avançou nos pênaltis: 4 a 1.

BRASIL X ESPANHA - FINAL DA OLIMPÍADA DE TÓQUIO

  • Local: estádio Yokohama Internacional, no Japão.
  • Horário: 8h30 (de Brasília)
  • Data: 7 de junho, sábado.
  • Transmissão: TV Globo (TV Verdes Mares) e SporTV, com tempo real do Diário do Nordeste
  • Provável escalação (Brasil): Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Arana; Bruno Guimarães, Douglas Luiz e Claudinho; Antony, Matheus Cunha e Richarlison. Técnico: André Jardine.
  • Provável escalação (Espanha): Unai Simón; Óscar Gil, Eric Carcía, Pau Torres e Cucurella; Zubimendi, Merino e Pedri; Olmo, Asensio e Oyarzabal. Técnico: Luis de La Fuente.