Por unanimidade, Tribunal mantém resultado da Série B do Cearense

Crato havia entrado com pedido de anulação da partida contra o Caucaia pelo jogo de volta da semifinal da segunda divisão estadual

Legenda: Por cinco votos a zero, STJDF/CE mantém resultado entre Crato e Caucaia.
Foto: Foto: Lucas Catrib

Aconteceu na tarde desta quinta-feira (4), na sede da Federação Cearense de Futebol (FCF), o julgamento do pedido do Crato de impugnação da partida contra o Caucaia, pelo jogo de volta da semifinal da Série B do Campeonato Cearense. Por unanimidade - cinco votos a zero -, o pedido foi negado e o resultado foi mantido. Com isso, o Caucaia segue como campeão da Série B do Estadual e com vaga garantida na Série A do Cearense 2020.

"O Crato alegou que o árbitro errou na anulação de um gol. Um suposto erro da arbitragem é capaz de anular a partida? O Tribunal entendeu, através do brilhante voto do relator Dr. Haroldo Rebouças que foi seguido pelos demais e também com a manifestação da Procuradoria, que ainda que o árbitro houvesse cometido o erro durante a partida, o erro de fato não traduz a anulação da partida. Então o Tribunal votou, de forma unânime, para receber o pedido, porém, julgá-lo improcedente, mantendo o resultado do jogo e do campeonato. A anulação de partida é uma medida muito extremada, que só pode acontecer em medidas excepcionalíssimas, que não é o caso", afirmou Tiago Albano, presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do Ceará (STJDF/CE).

Em busca de reverter o resultado do julgamento, o Crato irá entrar com recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (STJD/RJ) na próxima sexta-feira (5), segundo afirmou Dennis Luiz, advogado do clube.

"Nós pleiteamos uma anulação ou modificação do resultado em função do lance que foi apresentado e aconteceu naquele momento que o Crato entendeu que aquele erro foi um erro de direito. O Tribunal, em cima de sua independência, entendeu que houve uma interpretação do árbitro naquele momento e marcou a falta corretamente", contou Dennis. "O resultado saiu como unanimidade. A decisão cabe recurso, no qual o Crato já solicitou e irá recorrer amanhã no STJD do Rio de Janeiro".

Advogado do Caucaia, Edson Mourão afirmou que o clube já esperava que o resultado da partida fosse mantida. "Nós já esperávamos esse resultado porque o Caucaia liderou o Campeonato Cearense da segunda divisão do começo ao final, fez jus a campanha e o Tribunal reconheceu a condição do Caucaia de campeão Cearense de 2019 da Série B. Não houve, de maneira nenhuma, por parte do árbitro da partida um erro de direito e sim um erro de fato, mas erro de fato não é causa para anular um jogo"

Entenda o que aconteceu

No último dia 6, o Caucaia venceu o Crato po 2 a 0, no estádio Presidente Vargas, devolvendo o placar do primeiro jogo que vencido pelo Crato. Com o resultado, a Raposa Metropolitana, que teve a melhor campanha, conquistou o acesso à elite do futebol cearense do próximo ano e passou para a final, onde acabou se sagrando campeã.

No fim do primeiro tempo, quando a etapa estava sendo vencida por 1 a 0 pelo Caucaia com gol de Ciel, Dalmo empatou de cabeça para o Azulão e deixou tudo igual no marcador. Assinalando irregularidade no lance, o árbitro Avelar Rodrigo anulou e a equipe do Cariri saiu de campo atrás do marcador.

Acusando ter sido prejudicado pelo erro da arbitragem, o Crato entrou com um pedido de anulação da partida. Após julgado e negado a impugnação do jogo e mantendo o resultado da competição, o clube do Cariri vai recorrer no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (STJD/RJ).


Categorias Relacionadas