Relembre os sucessos e a trajetória de Dedim Gouveia, cantor de forró vítima da Covid-19

Forrozeiro teve um programa na TV Diário chamado "Luau do Dedim" e deixa inúmeros sucessos

Foto do Cantor Dedim Gouveia, que morreu de Covid em Fortaleza
Legenda: "Taca o pau, Dedim Gouveia!" fica eternizado na memória dos cearenses
Foto: Fabiane de Paula

Com sucessos que marcaram gerações de cearenses, o forrozeiro Dedim Gouveia morreu nesta segunda-feira (19), vítima da Covid-19. O "Rei do Xote", como era conhecido, deixa uma trajetória cheia de hits.

Dedim fez sucesso com o bordão "Taca o pau, Dedim Gouveia!", inserido em todas as suas músicas. O artista começou a cantar ainda jovem e teve mais de 40 anos de carreira.

Natural de Redenção, município distante cerca de 60 km de Fortaleza, o cantor deixou a esposa, Joana Paula Gouveia, e filhos. 

O forrozeiro era ativo nas redes sociais e em seu canal do YouTube, que conta com 57,5 mil inscritos. Há duas semanas, inclusive, Dedim havia divulgado chamada para uma próxima live.

Sucessos

Entre os maiores sucessos de Dedim estão "Zé Priquito", "Zé Pombão", "O Lobisomen", "Balacobaco" - todos forrós bem humorados. O cantor possui diversos DVDs gravados e rodou o Brasil e o Nordeste. 

Relembre:

Programa na TV Diário

O cantor chegou a ter um programa na TV Diário chamado "Luau do Dedim", que também ficou famoso pelo quadro chamado "Bica do Dedim".

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit