Bolsonaro assina MP que cria carteirinha estudantil digital

Hoje, documento é impresso por entidades como UNE e Ubes, que podem cobrar pelo serviço. Equipe do governo defende “desidratar” essa fonte de recursos