Operadora Mob muda de nome após ser adquirida pelo grupo Alloha

Empresa fundada no Ceará como Baydenet, nos anos 1990, agora se chamará Giga+ Fibra

Foto: Divulgação
Página apoiada por:

A Mob, provedora de internet fibra fundada no Ceará e presente no Nordeste e Norte, passa a se chamar Giga+ Fibra. A mudança conclui a unificação dos nomes das empresas adquiridas pela Alloha Fibra em todo o Brasil. O grupo hoje é a terceira maior operadora de telecomunicações em extensão de fibra.

Em Fortaleza, a Alloha é líder do mercado, com 24% de share e 150 mil clientes. O plano é aumentar sua participação em todo o Ceará, onde possui 57 lojas.

Alexandre Lovecchio, executivo do Grupo Alloha
Legenda: Alexandre Lovecchio, executivo do Grupo Alloha
Foto: Divulgação

“A Alloha Fibra consolidou suas marcas comerciais, potencializando seus serviços para aprimorar a experiência dos usuários. A Giga+ Fibra reflete a missão de 'conectar', promovendo a união de pessoas para contribuir com a transformação da sociedade e do País”, afirma Alexandre Lovecchio, VP para a divisão B2C do Grupo.

A companhia é líder de mercado em 100 cidades do total de 860 onde atual, somando uma carteira de 1,6 milhão de clientes e 149 mil quilômetros de rede de fibra.

Segundo Lovecchio, a meta da empresa é crescer 13% neste ano.

A Alloha foi pioneira em fornecer internet ultrarrápida em mercados menores e uma das primeiras empresas de telecom a oferecer planos de até 1 gigabyte de velocidade em cidades com menos de 10 mil habitantes.

Mob e Baydenet

Iniciando como Baydenet em 1996, em Fortaleza, a operadora da Família Bayde se expandiu e, em 2010, tornou-se Mob Telecom, uma das líderes regionais de banda larga com fibra óptica na região. Em 2020, integrou o Grupo Alloha Fibra.

A Alloha Fibra é o maior grupo independente de fibra óptica FTTH (Fiber to the Home) do Brasil. Conta com cerca de 5 mil colaboradores.



Assuntos Relacionados