Enel vende usina termelétrica de Fortaleza por R$ 431 milhões

Compradora é a Eneva. Operação depende de aprovação do Cade

Termofortaleza
Foto: Divulgação/Enel

A Eneva anunciou nesta sexta-feira (10), em fato relevante, acordo para compra da usina TermoFortaleza, da Enel, por R$ 431,5 milhões.

Localizada no Pecém, a termelétrica registrou receita operacional líquida de R$ 1,7 bilhão em 2021.

A Usina, com 326 MW de potência, tem contrato de comercialização de energia com vigência até 2023.

Conforme a Eneva, a conclusão da operação está sujeita à aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e de órgãos de governança interna das partes e seus acionistas, incluindo o Conselho de Administração da Enel Américas.

O preço final da transação pode chegar a R$ 467 milhões no fechamento do acordo. O valor final está sujeito a ajustes de acordo com a prática padrão de mercado para esse tipo de transação.

Conclusão no próximo trimestre

Em nota, a Enel aponta que a venda "está em linha com o compromisso de zerar suas emissões até 2040 e de triplicar sua capacidade renovável global até 2030".

Ainda segundo a Enel, a conclusão da venda está prevista para ocorrer no terceiro trimestre de 2022, "dependendo de certas condições precedentes, incluindo a aprovação pela Enel Brasil, pelo Conselho de Administração de seus acionistas e pela autoridade antitruste brasileira, o Cade". 

A TermoFortaleza esteve envolvida em um impasse no ano passado, no auge da crise energética, quando a Petrobras mudou a rota do navio de abastecimento de gás e deixou a térmica inoperante.

QUAIS SÃO AS USINAS TERMELÉTRICAS DO CEARÁ

  • Termoceará, pertencente à Petrobras e localizada em Caucaia com capacidade de 220 MW
  • TermoFortaleza, da Enel Geração Fortaleza, que possui 326,6 MW e está instalada no Pecém
  • Energia Pecém, com 720 MW
  • MPX Pecém 2, de 365 MW
  • CSP (Companhia Siderúrgica do Pecém), que produz energia para ela própria e vende o excedente no mercado


Assuntos Relacionados