Termelétrica de Fortaleza voltará a funcionar em outubro, diz presidente da Petrobras

Joaquim Silva e Luna respondeu a questionamentos de deputados em sessão na Câmara dos Deputados

Silva em entrevista coletiva
Legenda: A assembleia que aprovou a nomeação de Silva e Luna ao conselho foi precedida por uma disputa judicial
Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

Em sessão na Câmara dos Deputados, o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, afirmou hoje (14), que a usina termelétrica de Fortaleza deve voltar a operar em outubro, com o retorno ao Ceará do navio regaseificador de gás natural, que havia sido movido para a Bahia.

No debate, Silva e Luna foi questionado pelo deputado federal Danilo Forte (PSDB-CE) sobre a paralisia da Térmica Fortaleza e a operação abaixo do potencial na Térmica Ceará, mesmo no contexto de crise energética.

"A térmica Fortaleza está parada. Nem a óleo diesel - que é mais caro e mais poluente - está rodando, e a térmica Ceará está rodando aquém da sua capacidade. Ela tem 220 MW e está rodando com 176", afirmou o deputado.

Danilo Forte
Legenda: Deputado federal Danilo Forte cobrou explicações em sessão na Câmara
Foto: Agência Câmara/Arquivo

O chefe da estatal disse que a movimentação do navio, a qual gerou polêmica no Ceará, foi feita para aumentar a produção nacional de gás. Afirmou ainda que o retorno se dará após a conclusão do arrendamento do terminal baiano. O acordo para isto deve ser feito nesta quarta-feira (15), afirmou.

Danilo Forte questionou o mandatário da Petrobras sobre a operação das térmicas de Uruguaiana, Cuiabá, Norte Fluminense, Linhares, Espírito Santo e Santa Cruz, que não estariam operando plenamente.

Silva e Luna declarou que as duas primeiras não têm contrato com a estatal. "Norte Fluminense, Linhares e Espírito Santo estão funcionando. Está funcionando nosso contrato; uma delas que estava com problema voltou no dia de hoje", continuou.

Ele informou ainda que a usina Santa Cruz tem uma parada de manutenção prevista para dia 30, a partir da qual voltará a funcionar, concluiu.

QUAIS SÃO AS USINAS TERMELÉTRICAS DO CEARÁ

  • Termoceará, pertencente à Petrobras e localizada em Caucaia com capacidade de 220 MW
  • TermoFortaleza, da Enel Geração Fortaleza, que possui 326,6 MW e está instalada no Pecém
  • Energia Pecém, com 720 MW
  • MPX Pecém 2, de 365 MW
  • CSP (Companhia Siderúrgica do Pecém), que produz energia pra ela e vende o excedente no mercado

 

As termelétricas produzem energia a partir da queima de algum combustível, que pode ser biomassa, carvão mineral, gás natural, óleo pesado, entre outros. O custo para acioná-las onera a conta de energia.

 



Assuntos Relacionados