Ceará aguarda Toyota sobre investimento em centro de distribuição de peças

De acordo com o secretário Maia Júnior, negociações com montadora japonesa seguem em desenvolvimento

Yaris Toyota
Legenda: Ceará mantém negociações por centro de distribuição de peças da Toyota
Foto: Divulgação

Após prospectar, nas últimas semanas, investimentos grandiosos no segmento de hidrogênio verde e na área de comércio exterior, o Ceará vive ainda a expectativa de garantir um novo empreendimento no setor automotivo.

À Coluna, o secretário do desenvolvimento econômico do Estado, Maia Júnior, afirmou que as negociações com a Toyota ainda estão em desenvolvimento. Ele conta que o dever de casa já foi feito e "a bola agora está com eles".

As tratativas são para um centro de distribuição de peças da empresa japonesa, empreendimento que, caso concretizado, pode avançar futuramente para uma montadora de veículos híbridos ou elétricos da marca no Ceará.

Uma das demandas dos potenciais investidores era uma rota de entrada no Ceará dos navios portadores de peças automotivas através do Canal do Panamá.

Os próximos passos agora dependem dos executivos da Toyota.

Comércio exterior

Maia também frisou a importância do Centro de Importação, um hub de comércio exterior com investimento da empresa Comexport no Complexo do Pecém, cujo memorando de entendimento foi assinado no início deste mês.

Com foco em importações automotivas, de aeronaves executivas e equipamentos para a indústria, além de parques solares e eólicos, este novo negócio pode girar até R$ 14 bilhões por ano quando estiver em plena operação.