Após 6 anos, cearense Handara sana dívida milionária e sai de Recuperação Judicial

Tradicional marca cearense de roupas sai de processo após sanar dívida de R$ 60 milhões com credores

Legenda: Registro de fábrica da Handara em Horizonte, em 2016
Foto: Kid Júnior/Arquivo
Página apoiada por:

A Justiça Cearense anunciou o encerramento do processo de Recuperação Judicial do Grupo Handara, iniciado em 2018.

À época, a empresa de vestuário acumulava uma dívida de R$ 60 milhões. A entrada no processo de RJ se deu por uma conjunção de fatores, que incluíam a falta de crédito junto ao mercado financeiro, alta na taxa de juros e aumento dos insumos de sua fábrica, prejudicando sobremaneira seu capital de giro disponível.

Todos os funcionários foram pagos e os credores receberam seus créditos, de acordo com o novo plano de pagamento aprovado.

"Este caso de recuperação enfrentou um desafio adicional por ter sido iniciado em um período que antecedeu a pandemia da Covid-19. No entanto, com uma estratégia meticulosamente elaborada, conseguimos uma rápida melhoria nos resultados da empresa e a quitação efetiva das dívidas, permitindo ao Grupo Handara retomar suas operações da melhor maneira possível", afirma Rafael Abreu, sócio da Almeida Abreu Advocacia.