Adeus de Uno e Gol marca fim da era dos carros populares

Veículos que marcaram época não resistem à transformação do mercado automotivo brasileiro

VW GOL
Legenda: Gol foi o carro mais vendido do Brasil por vários anos
Foto: Divulgação

Dois eternos queridinhos dos brasileiros, o Fiat Uno e o VW Gol sairão de cena, respectivamente, em 2021 e 2022. O fim dos modelos representa o encerramento de uma era que durou décadas no Brasil: a dos carros populares.

A dupla é a última do rol de carros de menor valor que marcaram o mercado nacional por muitos anos, atravessando gerações e acumulando vendas expressivas. Vários outros primos já se aposentaram: Celta e Palio, por exemplo.

Fiat Uno
Legenda: O Uno é vendido no Brasil desde 1984
Foto: Foto: Divulgação

Com mais tecnologia e exigências ambientais e de segurança, o setor automotivo hoje parte de preços muito mais elevados. O que um dia já foi chamado de carro popular hoje é carro de entrada.

Carro por menos de R$ 50 mil?

Encontrar um veículo 0 km por menos de R$ 50 mil, sobretudo no cenário de forte inflação provocado pela pandemia e pela crise no abastecimento de insumos, é uma missão hercúlea. Mobi e Kwid ainda tentam preencher esse nicho que já foi muito diverso em opções.

Nas décadas de 1990 e 2000, o cenário era bem diferente. As montadoras dispunham de opções acessíveis, com menos itens (ou quase nenhum item), menos conforto e menos segurança.

Hoje, um Gol 0 km não sai por menos de R$ 60 mil. Nas versões de topo, aproxima-se de impressionantes R$ 100 mil.

Em um mercado que se transforma com rapidez, não há espaço para apego. Mas restarão no imaginário coletivo as boas lembranças de carros simples que fizeram parte da vida dos brasileiros.



Assuntos Relacionados