O pum que deu a volta ao mundo

Antero levou uma furadeira para o estúdio e mostrou como aconteceu. Passou a limpo. Ninguém soltou pum no ar

Apresentador Antero Neto segura furadeira e simula som de Pum
Legenda: Uma furadeira acionada no apartamento vizinho ao do Wilton Bezerra motivou aquele som
Foto: Reprodução/TV Diário

Ainda repercute nas redes sociais um vídeo no qual, em pleno programa A Grande Jogada, da TV Diário, um som semelhante ao de um pum pegou a todos de surpresa. Antero Neto e André Almeida, que estavam no estúdio, não contiveram o riso. Quem teria soltado aquilo? Wilton Bezerra, no seu apartamento, participava via celular. E eu, em casa, também via celular. Se tivesse sido um pum, a ponto de ser captado pelos celulares ou pelos microfones do estúdio, certamente teria sido algo semelhante ao estrondo de um trovão.

O vídeo viralizou pelo mundo afora. Recebi cópias enviadas por amigos que moram no Canadá, França, Alemanha, Portugal, Estados Unidos... No programa seguinte, diante da repercussão do fato, Antero Neto resolveu explicar. Na verdade, uma furadeira acionada no apartamento vizinho ao do Wilton Bezerra motivou aquele som semelhante ao liberado pela flatulência de um desatento. Antero levou uma furadeira para o estúdio e mostrou como aconteceu. Passou a limpo. Ninguém soltou pum no ar. Mas cabe uma advertência: daqui para frente, os apresentadores terão de ter mais cuidado, se não quiserem dar outra volta ao mundo a bordo de um som tão intrigante.

O fato verdadeiro

A versão mostrada pelo apresentador Antero Neto foi clara. Ele levou uma furadeira para o estúdio e a acionou. O som correspondeu exatamente ao escutado no programa anterior. Dúvidas tiradas. Verdade estabelecida. Não houve pum. Ok. Tudo explicado. A repercussão foi incrível. A força das redes sociais é algo impressionante.

Lençol curto

A CBF está numa sinuca: se adiar mais jogos em razão da contaminação de muitos atletas pela Covid, correrá o risco de atropelar o calendário esportivo nacional, ficando sem datas. Se não adiar, correrá o risco de ver a qualidade de seu produto, o futebol, despencando a cada jogo. Aí não tem mágica para resolver. Lençol curto.

Ano seguinte

Pelos problemas decorrentes da Covid, o calendário futebolístico de 2020 teve de avançar e só foi concluído em fevereiro de 2021. Acontece que em 2020 não havia Copa do Mundo. Como agora em 2022 a Copa do Mundo acontecerá em dezembro, não tem como se pensar na passagem de um ano para o outro. Só se CBF parir datas ou obrar milagres.

Dificuldades

Sem pré-temporada, o ingresso direto em competições de alta performance gera sério risco de contusões. O alerta é de especialistas. Participação em campeonatos de ritmo forte exige preparação física adequada. Não está sendo assim. Fortaleza e Ceará já, já, estarão em duas competições paralelas. Devagar com o andor que o santo é de barro.