Você já descobriu onde fica o Ponto G?

Pois, descubra! O mistério da sexualidade humana, quando encontrado, pode te dar um duplo orgasmo: vaginal e clitoriano

Foto: Alexxndr/ Shutterstock

O ponto G existe, gente!

Tem uma corrente de médicos que acreditam que isso é uma lenda que contam por aí.  Com todo respeito: lamentável!

O Ponto G é uma esponja uretral posicionada contra a parede vaginal. Então, se nesse local a mulher for massageada, o orgasmo é certo.

Vamos ativar o GPS do Ponto G

A localização é a seguinte: uma pequena circunferência mais rígida e esponjosa encontrada a, aproximadamente, seis centímetros de profundidade da parede da vagina, na parte frontal (ou seja, na direção do umbigo).

Na prática: quando estiver bem excitada, quando o sangue estiver correndo para a sua região pélvica, deixando o local mais elevado, tá na hora de colocar os dedos indicador e o do meio para dentro.

A parceiria deve ingressar uns 3 centímetros em direção ao umbigo.

Use um movimento com os dedos do tipo: “vem cá, meu bem” ou circular, mas de forma firme e profunda sem parar.

O ritmo é do casal e a mulher deve ir narrando a sua demanda.

Esse encontro vai acontecer se o casal estiver, além de excitado, sintonizado e, disposto a trocar de intimidade no momento, porque a mulher tem que ir dizendo o que está agradando.

Tente! É muito bom encontrar com a parceiria o prazer na cama.

A sensação é intensa, relaxante, gostosa e gera um laço de sintonia incrível.

Sextoy na parada

Foto: Oleg Elkov/ Shutterstock

Se você ainda não está conseguindo, existe no mercado um brinquedo sexual curvo. Antes de inseri-lo na vagina, você vai ter que lubrificar muito. O movimento é você quem vai saber fazer, mas leva em direção ao umbigo para encontrar o Ponto G.

Cirurgia para aumentar a pontencia do Ponto G?

Existe a spotplastia G que é a retirada de um pedaço do tecido em formado de diamente e recolocado de modo que aperta mais o espaçamento do canal.

Há notícias que o resultado é bem satisfatório,

Essa técnica não é a única saída para essa amplificação do prazer disponível. As injeções de colágeno ou "spot-G" aplicados na vagina prometem o aumento do prazer.

Aí, queridas, é pagar para ver. Corpo é corpo. 

A minha opinião sincera é que o barato da coisa é ir encontrando o prazer com a pessoa que você está curtindo!

A outra dica de ouro é procurar um médico sério, competente e da sua confiança para ver se esse método é seguro, eficaz e se esse é o caminho mesmo para você.

Se não for o dedo, rola posições

Rola, sim!

Porém, tem que lembrar que o pênis deve friccionar a parede da vagina e tem que ser confortável para a mulher.

Na posição “`Ponte” ( homem fica de joelhos e a mulher deitada de frente para ele com o quadril levantado) a lombar da mulher deve estar, confortavelmente, apoiada em um travesseiro e, as mãos do parceiro, bem presas no bumbum da mulher. Caso contrário, tudo fica bem desconfortável para a mulher. Saiba!

A posição “papai e mamãe inversa” que é a mulher por cima do parceiro, também, é uma boa opção para encontrar o seu ponto G.

Enfim, tem várias posições que você pode ir se divertindo e tentando até encontrar, né não?

Encontrar o Ponto G é o mesmo que Ejacular?

Não...

Contudo, é um bom caminho!

Já falamos aqui sobre a ejaculação feminina ou squirt, que é quando a mulher está chegando ao pico durante a estimulação do ponto G liberando o acúmulo de líquido na esponja uretral.

Pratique! É exercitando que você atinge a perfeição que deseja.

Não tem coisa melhor no mundo que encontrar não só seu ponto G, mas o alfabeto inteiro!

*Esse texto reflete, exclusivamente, a opinião da autora.