Filmes natalinos e comédias românticas ainda são diversão garantida de fim de ano?

Para uma apaixonada por esse tipo de filme como eu, a expectativa com os lançamentos essa época do ano é ainda maior

Deixe a Neve Cair
Ainda em novembro, "Deixe a Neve Cair" é uma das primeiras apostas natalinas da Netflix este ano Foto: reprodução

Fim do ano chegando e os filmes com a temática festiva enchem as plataformas de streaming e os cinemas, claro. Na Netflix, a primeira aposta para os dois últimos meses do ano fica com o longa "Deixe a Neve Cair". Lançado no dia 8 de novembro, ele tem direção de Luke Snellin e é baseado no livro homônimo escrito por Maureen Johnson, John Green e Lauren Myracle. No elenco, nomes conhecidos como Kiernan Shipka (As Aventuras Sombrias de Sabrina), Liv Hewson (Santa Clarita Diet) e Jacob Batalon (Homem-Aranha: Longe de Casa) são os responsáveis pelo destaque no catálogo.

Para essa que, inclusive, sempre foi minha época preferida do ano, as comédias românticas sempre foram sinônimo de bons momentos. Nesse quesito, "Deixe a Neve Cair" cumpre quase brilhantemente o propósito. Toda a aura das festividades, do romance e das situações engraçadas estão lá, mesmo que dispostas de uma forma desordenada. Entretanto, é na história, com contos diferentes indo desde o amor não correspondido até os tabus nas relações entre adolescentes, onde fica o erro.

Assim como o próprio filme avisa, os quatro contos relatados acabam se cruzando em algum momento. O jovem Tobin (Mitchell Hope) tenta se declarar para a amiga de longa data Angie (Kiernan Shipka), enquanto a mesma se vê envolvida por JP (Matthew Noszka). Enquanto isso, Addie (Odeya Rush) tenta chamar a atenção do namorado e tem problemas na amizade com Dorrie (Liv Hewson), apaixonada por Kerry (Ana Akana). Na outra história Julie (Isabela Moner) e Stuart (Shameik Moore), famoso cantor, se conhecem por acaso e começam uma jornada de reflexão.

Em meio a tantas tramas, fica o questionamento: como aprofundar e fugir do clichê quando há tão pouco tempo de desenvolvimento em cena? A verdade é que "Deixe a Neve Cair" utiliza todos os elementos de um filme natalino e tem potencial, mas não incorpora o espírito divertido dos clássicos dessa época. Na busca por contar as trajetórias dos personagens, se perde e entrega uma narrativa um tanto inssossa, que não conquista.

Para aqueles que assim como eu são apegados aos longas temáticos de Natal, a melhor saída talvez seja aguardar os próximos títulos. Como boa ansiosa que sou, já coloco minhas apostas nos lançamentos da Netflix. Em "Klaus" veremos uma animação com a história da origem do Papai Noel, e em "Um Passado de Presente" poderemos conferir Vanessa Hudgens mais uma vez no núcleo principal de uma comédia românticas. Nada como um filminho despretensioso para aproveitar um dia de celebração.