Tasso gera dúvida sobre candidatura a presidente e propõe aproximação com Ciro Gomes

A missão do PSDB, diz o senador, é criar alternativa de centro que seja capaz de romper a polarização Bolsonaro x Lula

Senador Tasso e ex-governador Ciro Gomes conversam durante evento da Prefeitura de Fortaleza
Legenda: Após uma década de rompimento, os dois voltaram a se aproximar nas eleições de 2020 e, no Ceará, devem seguir juntos no próximo ano
Foto: José Leomar

Apontado como um dos principais nomes do PSDB para concorrer à Presidência da República no próximo ano, o senador cearense Tasso Jereissati sugere dúvidas sobre candidatura sua e defende aproximação entre seu partido e o PDT de Ciro Gomes, de olho em uma postulação de centro em 2022. 

Em entrevista ao Jornal Valor Econômico, Tasso admitiu que pode não chegar até o fim das prévias internas do partido, que têm ainda João Doria, Arthur Virgílio e o Eduardo Leite. 

No Ceará, Tasso Jereissati e Ciro Gomes voltaram a ser aliados políticos nas eleições municipais do ano passado, após uma década de rompimento.  

Nos bastidores, as costuras para a eleição estadual do ano que vem ocorrem dando como certa uma aliança entre PDT e PSDB, mesmo o PT, do governador Camilo Santana, estando no pacote e sendo protagonista do projeto. 

Na entrevista ao jornal de circulação nacional, o tucano reforça a tese de uma candidatura de 'centro', onde considera estar o PSDB e também Ciro Gomes, a quem se referiu como alguém que "não é de esquerda" e nem "de extremos". 

Tasso considera que o centro precisa estar unido e que o nome a ser escolhido deve aglutinar as forças políticas neste campo para ser competitivo nas eleições presidenciais do ano que vem. 

O senador afirmou ainda que gostaria que Ciro estivesse nessa visão de centro e sugeriu que PSDB e PDT assumissem compromisso para o ano que vem.

"O Ciro não é um homem de esquerda, não é um nome de extremos. Adoraria que ele fizesse parte dessa visão de um grupo mais de centro, que tenha algum tipo de compromisso entre nós, para que essas posições radicais desapareçam do nosso cenário politico".
Tasso Jereissati
Senador (PSDB)
 

Dois cearenses na disputa? 

Tasso não vê problema em haver eventuais duas candidaturas cearenses à Presidência, mas voltou a suscitar dúvidas sobre uma possível candidatura sua ao dizer que o encontro de cearenses nas urnas é incerto: "não tenho certeza que vai acontecer".