dataLayer = [{ 'Assinante': 'Não' }];

Após ameaça a Camilo Santana, deputados estaduais e vereadores preparam apoio

Presidentes da Assembleia Legislativa e da Câmara Municipal farão pronunciamento em solidariedade ao governador

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Evandro Leitão, de máscara, em entrevista ao Sistema Verdes Mares
Legenda: Evandro Leitão fará, nesta terça (30), um pronunciamento em apoio ao governador Camilo Santana

Após a ameaça de morte ao governador Camilo Santana (PT), que está sob investigação da Polícia Civil, deputados estaduais cearenses e vereadores de Fortaleza, aliados, se mobilizam para demonstrar apoio ao governador e às medidas de enfrentamento à Covid-19.  

O presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão, e o presidente da Câmara Municipal da Capital, Antônio Henrique, farão pronunciamentos nas sessões desta terça-feira (30) em solidariedade a Camilo Santana. Os dois líderes do parlamento estão mobilizando uma carta de apoio para colher assinatura dos parlamentares. 

Presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Antônio Henrique, preside uma sessão da Casa
Legenda: Na Câmara, Antônio Henrique também vai gerar mobilização entre os vereadores

O presidente do Parlamento Municipal deverá se solidarizar e defender as ações do Estado na pandemia. "É inadmissível que pequenos grupos promovam ataques ao governador, disseminando ódio e intolerância nas redes. Ao contrário disso, o momento exige união de todos", diz.

Evandro Leitão irá ressaltar, como integrante do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 no Estado, que todas as decisões tomadas pelo governador estão de acordo com a orientação de uma equipe técnica de Saúde e que visam evitar um maior número de contaminações e mortes no Estado. 

A mobilização das Casas é uma sinalização de apoio ao governo no momento mais difícil da pandemia em que há pressões de vários setores contrários às medidas de isolamento social rígido. Ao reagir a ameaças, o comando do parlamento quer dar peso institucional à causa.

No anúncio da prorrogação da validade do atual decreto de isolamento social, Camilo sinalizou com a possibilidade de retomada gradual da Economia a partir de 5 de abril, o que até gerou certo otimismo. 

Bancada petista mobilizada

Na Assembleia, a bancada petista já está mobilizada. O deputado Acrísio Sena já está com o texto do manifesto pronto. Em outras direções, os deputados Fernando Santana, Moisés Braz e Elmano de Freitas atuam junto a entidades da sociedade civil. 

“Como se não bastasse a grande quantidade ‘fake news’ e ataques infundados, agora vêm as ameaças. Estamos organizando um manifesto para mostrar que a maioria do povo cearense está em acordo com o governador. Não é ameaça que vai deter o avanço da democracia no Ceará”, diz Acrísio. 

O manifesto, diz o parlamentar, estava sendo elaborado por conta de supostos ataques que Camilo vêm sofrendo nas redes sociais. Alguns dos quais, de pessoas próximas ao presidente Jair Bolsonaro. A revelação desta coluna das ameaças de morte, diz ele, acelerou o processo.

O líder do governo na Assembleia, Deputado Júlio César Filho, apresentou na Casa, uma moção de apoio ao governador. "toda minha solidariedade ao governador que tem buscado salvar vidas", disse em uma rede social.