Três cearenses vão comandar o TRF5 a partir de 2023

Fernando Braga Damasceno, Germana Moraes e Leonardo Carvalho irão compor a Mesa Diretora da corte como presidente, vice-presidente corregedor-regional, respectivamente

Legenda: A sede do TRF5 fica em Recife (PE)
Foto: Divilgação/TRF5

O desembargador federal cearense Fernando Braga Damasceno será o novo presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) durante o biênio 2023-2025. Além dele, a Mesa Diretora será composta por outros dois conterrâneos, Germana Moraes e Leonardo Carvalho, que irão assumir os cargos de vice-presidente corregedor-regional da corte, respectivamente. 

A eleição da nova Mesa Diretora da corte, que se deu por aclamação, ocorreu nesta quarta-feira (14), em sessão Plenária do Tribunal. 

Veja também

Mais dois cearenses integrarão a gestão do Tribunal 

Outros dois cearenses do TRF5 também irão compor a gestão da corte no próximo biênio; O desembargador federal Leonardo Resende será o diretor do Gabinete da Revista e o colega Cid Marconi, agraciado este ano com o Troféu Sereia de Ouro, será o vice-diretor da Escola de Magistratura Federal da 5ª Região (Esmafe). 

Completam a gestão 2023-2025 do tribunal o desembargador federal Roberto Machado, como diretor da Esmafe; a desembargadora federal Joana Carolina, como coordenadora dos Juizados Especiais Federais (JEFs), e Élio Siqueira, como vice-coordenador dos JEFs. 

Veja também

Na mesma sessão plenária foram definidos os desembargadores federais integrantes das Comissões Permanentes do TRF5: Jurisprudência, composta por Frederico Dantas, Rodrigo Tenório e Cibele Benevides; Regimento Interno, por Paulo Roberto, Manoel Erhardt e Paulo Cordeiro; e Informática, por Rubens Canuto, Leonardo Coutinho e Rodrigo Tenório. 

A solenidade de posse dos novos integrantes da Mesa Diretora está prevista para acontecer em abril de 2023. 

Conheça os cearenses da Mesa Diretora do TRF5 entre 2023 e 2025 

Fernando Braga 

Desembargador federal Fernando Braga Damasceno
Legenda: O desembargador federal cearense Fernando Braga Damasceno será o novo presidente do TRF5 durante o biênio 2023-2025

Doutorando pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Fernando Braga é mestre em Direito pela Universidade Federal do Ceará (2005), mesma instituição pela qual se graduou em Direito, no ano de 1998. É também especialista em Ciências Jurídico-criminais pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (2011). 

O magistrado chegou a atuar por mais de 19 anos com a jurisdição federal, seis deles como servidor efetivo da Justiça Federal no Ceará (JFCE) e outros 13 como Procurador da República, no Ceará e no Rio Grande do Norte. Em maio de 2013, foi nomeado para o cargo de desembargador federal no TRF5, em vaga destinada a membro do Ministério Público Federal (MPF), pelo quinto constitucional, ocupando o lugar do então desembargador federal emérito Paulo de Tasso Benevides Gadelha. 

Atualmente, Braga é diretor da Escola de Magistratura Federal da 5ª Região (Esmafe). Foi corregedor-regional da 5ª Região, entre os anos de 2015 e 2017, e é professor do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Direito da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam). 

Germana Moraes 

Doutora em Ciências Jurídico-Políticas pela Universidade de Lisboa, Germana Moraes é cearense e tem graduação (1984) e mestrado (1989) em Direito pela UFC. Juíza federal na JFCE, desde 1991, foi nomeada ao cargo de desembargador federal no TRF5, no último mês de agosto, pelo critério de antiguidade. 

Até ser promovida a desembargadora federal, foi titular da 9ª Vara Federal do Ceará, em Fortaleza. No período de 2000 a 2005, foi diretora do Foro da Seção Judiciária do Ceará. De 2005 a 2007, integrou a primeira gestão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), tendo participado da coordenação de projetos nacionais de instalação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e do Movimento pela Conciliação. A magistrada também é professora titular emérita de Direito Constitucional da UFC. 

Leonardo Carvalho 

Também natural de Fortaleza/CE, Leonardo Carvalho é graduado em Direito (1999) pela Universidade de Fortaleza (Unifor). É especialista em Direito Processual Civil (2002) e tem mestrado profissional em Direito e Gestão de Conflitos (2017), pela mesma instituição. Exerceu a advocacia de 1999 até 2017, ano em que tomou posse como desembargador federal no TRF5. Ele assumiu a vaga destinada à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pelo quinto constitucional, em decorrência da nomeação do desembargador federal Marcelo Navarro Ribeiro Dantas como ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

No TRF5, o magistrado já atuou como vice-coordenador dos Juizados Especiais Federais (JEFs), presidiu a Segunda Turma de Julgamento do TRF5 (biênio 2019/2021) e foi diretor do Gabinete da Revista (biênio 2019/2021), coordenando uma reformulação no modelo de organização da publicação. 

Com informações da Assessoria de Comunicação Social do TRF5.



Assuntos Relacionados