Evangelho de hoje, sexta-feira 06/05 (Jo 6, 52-59)

Jesus disse: "Aquele que come este pão viverá para sempre."

Legenda: A carne e o sangue de Jesus são o alimento que veio do céu para nos conduzir ao céu.
Foto: Canção Nova / Divulgação

Naquele tempo: Os judeus discutiam entre si, dizendo: 'Como é que ele pode dar a sua carne a comer?' Então Jesus disse: 'Em verdade, em verdade vos digo, se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeira comida e o meu sangue, verdadeira bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo por causa do Pai, assim o que me come viverá por causa de mim. Este é o pão que desceu do céu. Não é como aquele que os vossos pais comeram. Eles morreram. Aquele que come este pão viverá para sempre.' Assim falou Jesus, ensinando na sinagoga em Cafarnaum. Palavra da Salvação.

Reflexão - Nós somos aquilo que comemos

Na última Ceia Jesus instituiu a Eucaristia cumprindo com a Sua Palavra, que dizia: “quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia”! “Quem come a minha carne e bebe meu sangue permanece em mim e eu nele.”  Ali, Ele ofereceu Seu Corpo e Seu Sangue como um alimento verdadeiro e real.  A carne e o sangue de Jesus são o alimento que veio do céu para nos conduzir ao céu. É o sustento da nossa alma!     Por mais que materialmente nos alimentemos bem, se não comungarmos da Palavra e da Eucaristia, seremos sempre pessoas fracas, confusas, desestruturadas para o combate da vida. Nós somos aquilo que comemos, e na medida em que nos alimentamos do Corpo e do Sangue de Cristo, nós vamos nos assemelhando a Ele, pois, o Seu Sangue corre pelas nossas veias e o nosso organismo espiritual é revitalizado pela vida divina. Pela Eucaristia, Jesus passa a viver em nós e passamos a pertencer a Ele. Para termos esta santa intimidade, porém, precisamos nos alimentar literalmente do Corpo e do Sangue de Jesus, conscientes de que as Suas Palavras se tornam vida em nossa vida: "A minha carne é verdadeiramente uma comida. O meu sangue verdadeiramente uma bebida”. Ele jamais diz: "a minha carne e o meu sangue são simbolicamente uma comida e bebida”. Não é apenas uma simbologia, mas uma memoria da Sua entrega na Cruz para nos dar uma vida verdadeira. Ele se torna o dono da nossa vida e nós passamos a pertencer a Ele.  – Quando você está diante do Santíssimo Sacramento tem consciência de que é o mesmo Jesus que partiu o pão na última Ceia? – Você sabia que assim como tem um organismo material tem também um organismo espiritual?

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO