Clássico-Rei: o que devemos esperar

Estilos de jogo diferentes devem ser aflorados no jogaço desta quinta-feira

Pedro Naressi e David dividem bola
Legenda: Alvinegros e Tricolores se enfrentarão pela primeira vez na Série A 2021
Foto: Fabiane de Paula/SVM

Tenho muitos temas para abordar na coluna de hoje, com um dia tão importante para os nossos dois gigantes da capital.

Apenas pontuar que obviamente o clássico pode e deve trazer consequências "pesadas" para quem for eliminado.

Porém, vejo o Fortaleza chegando mais leve. O Ceará traz uma responsabilidade maior, por não viver um grande momento na temporada.

Por outro lado, olhando para os efeitos positivos desse grande confronto de logo mais, às 21h30, uma classificação alavanca o moral, o astral, o psicológico da equipe vencedora. E ditará um início de Brasileirão bem mais tranquilo e confiante.

Nada melhor do que um Clássico-Rei dessa magnitude para jogar para cima quem terminar sorrindo, e trazer ranhuras a quem acabar sofrendo.

  • Falando do que os técnicos têm disponíveis para entrarem em campo, Vojvoda goza de um time sem grandes desfalques, exceto Benevenuto, que não pode atuar na competição. 
  • Já Guto Ferreira não contará com Jael e Gabriel Dias, podendo não ter ainda Lima, Luiz Otávio e Mendoza, que fora de condições físicas ideais, mesmo com o efeito suspensivo conseguido, deve ir no máximo no banco de reservas.

A forma com que os times devem se portar dentro de campo, visto que não existe vantagem alguma, é exatamente colocar em prática o que cada um tem de melhor.

  • Fortaleza com a manutenção do esquema que vem dando muito certo, com 3 zagueiros e uma linha de 5 no meio-campo, fazendo questão de ter a bola, marcando em "linha alta".
  • O que justamente acaba "encaixando" com o melhor Ceará de Guto Ferreira, que é jogar de forma reativa, esperando o adversário, mas sem abrir mão de suas transições rápidas, aproveitando os espaços que o adversário acabará oferecendo. 

Isso é o que imagino e trago de forma prévia para um dos maiores embates entre nossos dois gigantes. Aguardemos o espetáculo acontecer e depois tirar nossas conclusões.