Vaga na Sul-Americana coroa temporada histórica do Ceará em plena pandemia

Vitória por 2 a 0 sobre o Coritiba garante vaga para a competição internacional que é 'cereja do bolo' em um dos melhores anos na história do clube. Em plena pandemia, Alvinegro quebra recordes e demonstra força para iniciar 2021

ceará vitória
Legenda: Vina foi o destaque do Ceará no ano; Saulo Mineiro marcou o 2º gol na vitória sobre o Coritiba
Foto: Miguel Locatelli/Cearasc.com

Soy loco por ti, América, já canta o torcedor Alvinegro, que agora vê a matemática permitir comemorar. O Ceará está de volta à Copa Sul-Americana após dez anos. Com a participação em 2021, o Vovô fará, pela primeira vez em sua história, partidas oficiais fora do Brasil. Serão três jogos além das fronteiras, já que a competição internacional será disputada em fase de grupos. Além de outros três duelos em casa. A classificação foi sacramentada após a vitória por 2 a 0 sobre o Coritiba, na noite deste sábado (20), no estádio Couto Pereira.

O Alvinegro ainda volta a campo, na próxima quinta-feira (25), para encerrar a participação no Brasileirão contra o Botafogo, na Arena Castelão, almejando ainda ultrapassar a barreira dos 50 pontos e terminar no Top-10.

Temporada histórica

Ceará sula
Legenda: Delegação do Ceará em Coritiba celebra classificação para a Sul-Americana
Foto: Israel Simonton/Cearasc

O triunfo, aliás, foi histórico não somente por este motivo, mas por uma série de fatores. O primeiro e mais relevante deles é que o Ceará desta temporada estabeleceu a melhor campanha do clube na era dos pontos corridos da Série A do Campeonato Brasileiro, superando o desempenho de 2010. Naquele ano, o Alvinegro terminou a competição com 47 pontos, na 12ª colocação. Agora, chegou aos 49.

Com esta pontuação, assegurou-se também como o melhor time nordestino na Série A do Campeonato Brasileiro 2020, sem chances de ser alcançado por Sport, Fortaleza ou Bahia.

Tudo isso coroa a temporada histórica do clube em plena pandemia, que teve ainda o bicampeonato da Copa do Nordeste, a chegada nas quartas de final da Copa do Brasil (sendo o melhor nordestino na competição) e a garantia de participação pelo 4º ano seguido na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro, algo inédito para o futebol cearense.

O jogo

Por tudo que envolveu o resultado, a partida contra o Coritiba ficou em plano de fundo para os alvinegros. Mas engana-se quem pensa que o resultado foi obtido com facilidade. O primeiro tempo do Ceará foi muito, com domínio maior do time da casa, que inclusive chegou a balançar as redes com Neílton, em gol que foi anulado pelo VAR por conta de saída de bola anterior.

O lance ocorreu por conta de um Ceará que, na etapa inicial, parecia estar jogando em ritmo de treino, dando espaços na marcação e não acelerando quando teve a bola, sendo pouco ofensivo.

Na volta do intervalo, a postura foi diferente. A equipe voltou mais alerta e abriu o placar com Felipe Vizeu, o 2º gol dele com a camisa alvinegra justamente na 2ª partida que ele fez como titular. 

O camisa 11, aliás, foi um dos jogadores que mostrou saber que esta partida era uma importante oportunidade para mostrar serviço. O desempenho apresentado no 2º tempo foi bastante positivo, com a criação de três oportunidades reais de gol. Uma delas convertida. É esse Vizeu que se espera, sobretudo pelo alto investimento.

Outro que teve atuação destacada foi Saulo Mineiro, autor do segundo gol. Após passe espetacular de Pedro Naressi, de calcanhar, o ‘coração valente’ acertou um chutaço e marcou belo gol, sacramentando o placar final.

Saulo Mineiro
Legenda: Saulo Mineiro marcou o 2º gol do Ceará na vitória sobre o Coxa
Foto: Miguel Locatelli/Cearasc.com

Fim de tabu

O triunfo pôs fim também a um tabu incômodo para o Alvinegro, que nunca tinha vencido o Coritiba jogando no  Couto Pereira.

Até esta partida, haviam sido disputados oito jogos entre as equipes no estádio paranaense, com seis vitórias dos donos da casa e outros dois empates.

Visitante indigesto

ceará coritiba
Legenda: Ceará encerrou tabu contra o Coxa fora de casa
Foto: Miguel Locatelli/Cearasc.com

Um fato que marcou a campanha do Ceará no Campeonato Brasileiro foi o desempenho fora de casa. O Alvinegro se tornou um visitante indigesto na competição. Em 19 jogos realizados como visitante, o Ceará conquistou sete vitórias, obteve cinco empates e acumulou ainda sete derrotas.

Até agora, é a 4ª melhor campanha entra todos os visitantes, podendo cair, no máximo, para a 5ª colocação, caso o Fluminense vença o Santos, hoje, na Vila Belmiro.