Jael crescendo e Vizeu devendo: aquece a disputa por vaga no comando de ataque do Ceará

Na concorrência entre os centroavantes, Jael marcou gol e teve boa atuação contra o Botafogo-PB, enquanto Vizeu ainda não encontrou melhor futebol no Alvinegro. Cléber e Saulo também são opções para o setor

jael ceará
Legenda: Jael marcou primeiro gol pelo Ceará contra o Botafogo-PB
Foto: Israel Simonton/Cearasc

Com investimentos robustos, o Ceará agiu bem no mercado da bola e trouxe peças que elevaram o nível técnico do elenco. Um dos setores mais concorridos, sem dúvidas, é o sistema ofensivo. Com Jael crescendo e Vizeu devendo, o técnico Guto Ferreira vê aquecer a disputa por vaga no comando do ataque alvinegro.

Felipe Vizeu foi contratação badalada realizada ainda em 2020. Somando Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, atuou em 14 jogos (4 como titular), totalizando 475 minutos em campo e marcou dois gols. Nesta temporada, em quatro partidas, todas como titular (255 minutos em campo) não balançou ainda as redes adversárias.

Além disso, tem tido atuações abaixo do esperado, sem conseguir desempenhar o futebol que dele muito se espera, sobretudo pelo alto investimento do clube no jogador de 24 anos. É fato que Vizeu está devendo bastante.

Legenda: O atacante Felipe Vizeu foi contratado em 2020, mas ainda não rendeu o esperado
Foto: Thiago Gadelha/SVM

Jael

jael
Legenda: Jael é o camisa 9 do Ceará na temporada
Foto: Cearásc.com/Divulgação

Por outro lado, Jael, que tem apelido de "Cruel" por ter sido goleador onde passou, foi contratado e já chegou vestindo a 'camisa 9'. Centroavante nato, ele precisou de 128 minutos em campo (três jogos, sendo um como titular) para balançar as redes, marcando o gol de empate contra o Botafogo-PB.

Nos primeiros jogos, o experiente atacante, de 32 anos, já mostrou suas principais características: força física, boa capacidade para fazer o papel de pivô, jogando de costas para o gol, presença de área, senso de posicionamento e boa capacidade de finalização. Além de já ter balançado as redes, criou ainda outras situações de perigo aos adversários.

Aprimorando a parte física e adquirindo mais entrosamento com os companheiros, vem crescendo e conquistando seu espaço.

Clebão e Saulo

Atacante Cléber e Guto Ferreira se cumprimentam e apertam a mão na beira do gramado
Legenda: O atacante Cléber tem a confiança do técnico Guto Ferreira no Ceará
Foto: Thiago Gadelha / SVM

Outros dois jogadores também são alternativas para o comando de ataque. Cléber fez somente dois jogos nesta temporada, mas teve boa participação em 2020, sendo importantíssimo na conquista da Copa do Nordeste (inclusive com dois gols nas finais) e balançando as redes em seis oportunidades no Brasileirão.

Saulo Mineiro tem tido um bom início de temporada e é o artilheiro do Vovô, com três gols. Atua mais pelo lado direito do campo, mas também faz a função de centroavante em muitos momentos e é uma alternativa para o setor.

Certo é que Guto Ferreira tem interessantes alternativas para montar o comando do ataque do Vovô, e nesta disputa, vai levar vantagem quem aproveitar bem as oportunidades neste início de temporada.