Força ofensiva: Ceará é dono do 5º melhor ataque do Brasileirão

Alvinegro tem apresentado ótimo desempenho no sistema ofensivo, um dos pilares na campanha histórica que o Vovô faz na Série A

Com Vina, o Ceará viveu seus melhores momentos na temporada e sem ele esteve abaixo diante de Sport, e principalmente, Palmeiras
Legenda: Vina é o artilheiro do Ceará no Brasileirão, com 12 gols
Foto: Thiago Gadelha/SVM

Um dos grandes méritos do técnico Guto Ferreira no Ceará é de ter formatado um time que tem identidade, com uma forma de jogar bem definida e que ataca os adversários com inteligência. Prova disso é que o Alvinegro está entre os times com mais gols no Campeonato Brasileiro, sendo dono do 5º melhor ataque da competição.

Ouça o podcast 'CearáCast'

Até agora, foram 47 gols marcados, com desempenho atrás somente do G-4 do Brasileirão. Atlético-MG (56), Inter (55), Flamengo (53) e São Paulo (52), os quatro postulantes ao título, são os times que mais balançaram as redes adversárias até aqui. O Ceará fica na frente de Palmeiras (45) e Grêmio (40), que completam o G-6 da Série A.

Desde o início da competição o sistema ofensivo do Alvinegro tem funcionado muito bem. Ao todo, o Vovô balançou as redes em 25 dos 32 jogos que fez até aqui. Ou seja, em 78% das partidas o ataque conseguiu furar a defesa adversária ao menos uma vez.

Evolução no 2º turno

O rendimento do sistema ofensivo é ainda melhor considerando os jogos realizados no 2º turno da Série A. Não à toa que o Vovô detém o 2º melhor ataque do returno, empatado com o Bragantino, com 23 gols em 13 partidas, atrás somente de Atlético-MG e Internacional, que anotaram 25.

Considerando as partidas válidas pela segunda metade da competição, o ataque alvinegro só passou em branco duas vezes, no empate em 0 a 0 contra o Sport, na 20ª rodada, e na derrota por 2 a 0 para o Internacional, na 28ª rodada. Em todas as outras, anotou ao menos um gol. Com isso, o Vovô marcou em 11 de 13 jogos no returno, o equivalente a 85%.

Anos anteriores

Legenda: Centroavante Cléber, na primeira vez que disputa a Série A, já marcou seis gols
Foto: Kid Júnior / SVM

Restando ainda seis rodadas em disputa, uma coisa é certa: o ataque alvinegro irá quebrar uma marca histórica. Até agora, em apenas 32 rodadas, o Ceará já marcou a mesma quantidade de gols que em 2011, ano que teve o ataque mais positivo dentre as temporadas em que esteve na Série A do Campeonato Brasileiro.

Na ocasião, foram 47 gols marcados, mesma quantidade de agora. Porém, o time acabou rebaixado naquele ano, já que a defesa sofreu muitos gols (64 ao todo, gerando saldo de -17).

Comparando com os anos recentes em que esteve na Primeira Divisão, o desempenho é bastante superior. Em 2018, foram 23 gols marcados, e em 2019, 36. No ano de 2010, em que o Vovô também esteve na Série A e garantiu permanência, foram 35 gols.

Coletivo e individual

Legenda: Lima e Vina, juntos, marcaram 19 gols no Brasileirão 2020
Foto: Thiago Gadelha/SVM

Os números mostram como o sistema ofensivo do Ceará tem funcionado como um todo, de forma coletiva. Porém, alguns destaques individuais se sobressaem, como o meia Vina, artilheiro do Vovô no Brasileirão, com 12 gols. Sozinho, ele marcou 25% dos gols do Ceará no torneio.

O atacante Cléber e o meia Lima, cada um com seis gols, também têm contribuição relevante. Os gols anotados pelo trio correspondem a mais da metade de todos marcados pelo Vovô.