Com dois gols, Robson tem bom início no Fortaleza e mostra que chega para ser titular

Camisa 91 tem sido um dos principais destaques do time no início da temporada

robson
Legenda: Atacante Robson, festejado pelos companheiros após o 1º gol contra o Atlético-CE
Foto: Thiago Gadelha/SVM

O tempo ainda é curto e qualquer análise definitiva é prematura. Mas é fato que as primeiras impressões do atacante Robson com a camisa do Fortaleza foram positivas. Com dois gols nos primeiros jogos feitos pelo clube, o atleta de 29 anos parte na frente como a contratação que tem dado a melhor resposta neste início de temporada.

Na estreia contra o Sampaio Corrêa, no último sábado (6), o camisa 91 entrou aos 15 do 2º tempo e precisou de 25 minutos em campo para marcar o primeiro gol pelo Tricolor, sacramentando o placar de 2 a 0. Contra o Atlético-CE, iniciou de titular de forma inédita, e balançou as redes adversárias com meia hora de jogo.

Ao todo, foram 108 minutos em campo para marcar dois gols. Média excelente, sobretudo para quem é recém-chegado e está buscando espaço na equipe principal do técnico Enderson Moreira.

"Não poderia ser melhor esse começo. Fico feliz pela recepção de todos aqui, me receberam super bem, e retribuir fazendo gols é a melhor coisa", disse o atacante.

Mostrando serviço

robson
Legenda: Robson foi um dos primeiros reforços a iniciar os treinos com o elenco
Foto: Bruno Oliveira/FEC

Ainda é cedo para avaliar, mas das contratações realizadas pelo Tricolor, até agora, Robson é o jogador que mais tem provado que chega para ser titular. Não somente pelos gols, mas pela boa movimentação e participação ofensiva.

"Fico feliz pelo momento, em poder ajudar. Gosto de estar sempre dentro da área, fazendo gols, e espero que no futuro possa continuar marcando e dando alegrias aos torcedores", destacou.

Concorrência no setor

A versatilidade para cumprir mais de uma função é algo que também pesa a seu favor. Contra o Sampaio, o gol foi marcado em um lance típico de centroavante, bem posicionado dentro da área e com faro artilheiro. Já contra Atlético-CE, ele atuou mais aberto pelo lado de campo, mas sempre com presença perto da área.

Características que o fazem ganhar espaço não somente pelos gols, mas também pelo momento dos atuais concorrentes. Osvaldo vive fase bem ruim desde o ano passado e é reserva hoje, Romarinho pode render mais que vem rendendo e Wellington Paulista, pela idade, não tem condições de atuar vários jogos em sequência. Abre espaço para quem quer tem aproveitado as oportunidades.

Robson ou Robgol?

Não demorou para que o apelido "Robgol" surgisse entre os torcedores nas redes sociais. Algo que, para o atacante, pode gerar uma cobrança a mais para balançar as redes, mas que é positivo.

"É legal, é uma brincadeira sadia. Por mim, não vejo problema algum, só espero continuar fazendo mais gols", finalizou.