Decorar uma casa é sobre preencher espaços com a sua essência

Com publicações aos sábados, quero te inspirar a fazer do seu lar um lugar de bons momentos e experiências inesquecíveis

Jornalista Ana Karenyna compartilha em nova coluna no Diário do Nordeste dicas e inspirações para decorar com aconchego e criatividade
Legenda: Jornalista Ana Karenyna compartilha dicas e inspirações para decorar com aconchego e criatividade em nova coluna no Diário do Nordeste

As memórias afetivas ao redor da mesa, os abraços que o sofá dá na gente no fim de cada dia, o perfume do café pela manhã que desperta e aquece... Nada disso está à venda ou num pacote de projeto arquitetônico. Essas preciosidades rotineiras são peculiares e construídas quando a gente vive o delicioso sabor do morar.

Não importa o tamanho do lugar, ou o que falta, é um exercício diário valorizar o que já nos cerca.

Esqueça tudo o que lhe ensinaram sobre guardar as melhores louças, lençóis e toalhas para os convidados e hóspedes. Aqui e agora, nós somos a principal visita, a mais especial de todas no nosso próprio lar. Gosto de desejar “feliz hoje” sempre que a fresta de luz na cortina da janela anuncia um novo dia, algo que geralmente é acompanhado de um café quentinho na minha xícara mais bonita e preferida, sem esperar por um momento festivo.

O hoje é sempre o melhor lugar para desfrutarmos das melhores experiências na nossa casa. O depois é um tempo distante, assim como o amanhã, que só existe no nosso imaginário.

Legenda: Receber quem amamos no nosso lar é uma forma de dizer “estou feliz por ter você aqui"
Legenda: Receber quem amamos no nosso lar é uma forma de dizer “estou feliz por ter você aqui"

Tudo isso para te dizer que decorar uma casa vai além da escolha do tecido para o tapete da sala, sendo mais importante os momentos em que nossos pés descalços dançam ali, nesse tapete, numa noite comum, ouvindo John Mayer no volume máximo. É sobre planejar, arquitetar, construir, seguir tendências. Por que não? Só não esquece de preencher os espaços com a sua essência e saiba que, quanto mais a nossa casa tem de nós, mais a gente ama estar nela.

O ato de receber quem amamos no nosso lar para um jantar, por exemplo, também diz muito menos sobre o menu escolhido do que a gente imagina. Estamos falando de afeto e entrega. É o cuidado ao dedicar tempo para preparar uma mesa que acolhe e que também é uma forma de dizer “estou feliz por ter você aqui”.

Seu convidado não repara no posicionamento dos talheres, mas, sim, no carinho ao preparar a casa para recebê-lo. Há tantas formas especiais de criar momentos únicos com criatividade e, claro, teremos muitas dessas inspirações por aqui.

E é nessa vivência de decorar para abraçar que a gente confirma que a vida é feita mesmo do que acontece entre colocar a mesa e lavar a louça. Nesse intervalo, enchemos as taças de vinho e recheamos os pratos com cores e sabores. As paredes são testemunhas dos papos e dos sonhos. As cadeiras e mesas têm marcas dos encontros, e é isso que fica tatuado nas lembranças de dias felizes.

Nesse cantinho, eu quero que você se sinta em casa. Arrasta uma cadeira e aconchegue-se. Aos sábados, vou te receber aqui com textos e compartilhar muito do meu jeito de receber, viver, decorar, organizar e morar. Já fiz de cinquenta metros quadrados um castelo com piquenique na varanda, e quero te inspirar a fazer do seu lar um lugar de bons momentos e experiências inesquecíveis, feitas de afeto para celebrar e revigorar, como tanto merecemos.

Sejam bem-vindos!

* Esse texto reflete, exclusivamente, a opinião da autora.