Fortaleza é procurado pelo Grêmio para discutir venda de Everton Cebolinha

Atacante formado pelo time cearense tem negociação avançada com o Benfica, de Portugal

Legenda: Everton foi revelado na base do Fortaleza, sendo vendido por R$ 300 mil
Foto: divulgação / Grêmio

A diretoria do Fortaleza foi procurada pelo Grêmio para tratar da venda do atacante Everton 'Cebolinha'. Formado na base tricolor, o atleta negocia saída ao Benfica, de Portugal, com proposta inicial de 22 milhões de euros (R$ 138 mi). O Leão é importante no acordo pois detém 10% dos direitos econômicos do jogador.

A Coluna apurou que as discussões envolvem a forma de pagamento ao Fortaleza, caso haja desfecho positivo no negócio. O clube também debate sobre seguir com percentual de Everton em venda futura - formato de negócio que pode ser vantajoso com a valorização do atacante na Europa.

Com detalhes pendentes, a venda do jogador é tida como muito avançada. O Grêmio possui 50% dos direitos de Everton, mas tenta ampliar a fatia e até analisa uma oferta do Everton-ING. Além do Fortaleza, o investidor Celso Rigo (10%) e o empresário Gilmar Veloz (30%) ganham receita com a negociação.

Carreira

Revelado na base do Fortaleza, Éverton não chegou a atuar pelo profissional e foi vendido ao Grêmio por 300 mil em 2013. Em Porto Alegre, o atacante foi campeão da Copa do Brasil (2016), Libertadores (2017), Recopa Sul-Americana (2018) e Campeão Gaúcho (2018-2019-2020). Teve o contrato renovado até 2022 no início da temporada.

Convocado para a disputa da Copa América, foi a estrela da seleção brasileira ao marcar três gols e se sagrou artilheiro da competição. O jogador entrou em campo na quarta-feira (6) e participou da vitória sobre o Internacional na final do Gauchão. Após o duelo, ergueu a taça e se emocionou ao falar do time gaúcho.