Análise: Ceará mostra nova postura contra Internacional em resposta necessária na Série A

O Vovô saiu atrás no placar neste domingo (20), mas conseguiu empatar e quase virou no Beira-Rio

Atletas de Ceará e Internacional disputam bola
Legenda: O meia Lima foi o grande destaque do Ceará no Beira-Rio com gol de falta
Foto: Felipe Santos / Ceará

O Ceará empatou com o Internacional neste domingo (20), mas foi melhor na maior parte do tempo. Saiu atrás e reagiu, apesar da falha defensiva no início. E tudo isso deixa nítida a necessidade de se apegar na atuação do estádio Beira-Rio para consolidar um momento de retomada na Série A do Brasileiro.

O placar de 1x1 não é reflexo extremo de equilíbrio. No geral, o Ceará foi mais dominante, chegou mais próximo de vencer e teve, sim, a arbitragem como principal empecilho fora de casa. O árbitro Diego Pombo Lopez (BA) anulou o gol de Messias e também um pênalti favorável.

Em dois lances capitais de prejuízo, o Vovô absorveu o impacto para buscar o placar “na bola”. Dos nomes mais contestados nas atuações recentes, Gabriel Dias cumpriu o papel defensivo, enquanto Mendoza tentou ser mais participativo. No fim, o Ceará mostrou força no empate.

Chances perdidas

O técnico Guto Ferreira armou o Ceará no esquema 4-2-3-1, mas com Marlon de volante e Saulo como atacante avançado. A estratégia foi travar a saída de bola com pressão e também conectar o contra-ataque com os pontas explorando as laterais - Lima e Mendoza.

Estatísticas de Internacional x Ceará

  • Posse de bola: 62% x 38%
  • Finalizações: 10 x 14
  • Faltas: 16 x 26
  • Passes: 409 x 251
  • Duelos ganhos: 69 x 71

A estratégia funcionou. A defesa do Internacional ficou acuada e cedeu espaços, inclusive na grande área. Assim, o Vovô finalizou 14 vezes e teve ao menos três grandes chances desperdiçadas. A redenção poderia ser de Vina ou Mendoza, mas não existiu.

E nesse aspecto, a leitura à beira do gramado foi precisa. Mesmo na entrada do volante Charles, com aumento dos desarmes no campo ofensivo. O time pecou, mas produziu. Há alento e também certeza de repertório com necessidade de evolução.

Falha defensiva

As escolhas da temporada, com os excessos do calendário, pesaram na definição do time titular alvinegro em 2021: Guto não conta com 100% do plantel titular faz tempo. A ausência de vitórias também mina a confiança, e tudo piora com os erros.

Atletas de Ceará e Internacional disputam bola
Legenda: Do sistema defensivo, o lateral Bruno Pacheco é o nome mais regular do Ceará
Foto: divulgação / Internacional

Aos 8, a indecisão do goleiro Vinícius Machado impactou no resultado. O Ceará tinha consistência em campo, controle do adversário e concedeu um pênalti gratuito - inúmeras decisões poderiam ter sido tomadas na ocasião. Foi nova falha no setor.

O olhar positivo deve vir para o pós, a força mental para seguir a caminhada querendo a vitória, algo distante nos golpes passados que o elenco sofreu no ano. Mas essa confiança defensiva deve ser retomada para a recuperação alvinegra ser sólida.

Ficha técnica

Internacional 1x1 Ceará

Competição: Série A do Brasileiro - 5ª rodada

Data: 20/06/2021

Horário: 16h

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre/RS

Gols: Edenílson aos 8´/1º T (1-0) e Lima aos 45´/1º T (1-1)

Cartões amarelos: Léo Borges (I), Lucas Ribeiro (I), Fernando Sobral (C), Marlon (C) e Vinícius Machado (C)

Internacional: Daniel; Heitor (Nonato), Lucas Ribeiro, Cuesta e Léo Borges (Peglow); Edenílson, Lindoso e Patrick; Yuri Alberto (Vinícius Mello), Thiago Galhardo (Caio Vidal) e Lucas Ramos (Maurício). Técnico: Osmar Loss.

Ceará: Vinícius Machado; Gabriel Dias (Buiú), Messias, Lacerda e Pacheco (Kelvyn); Fernando Sobral, Marlon (Charles) e Jorginho (Vina); Lima (Hélio Borges), Mendoza e Saulo. Técnico: Guto Ferreira.