Zezé Di Camargo grava clipes sem Luciano em Goiânia

Trabalho solo leva nome de "Rústico" e conta com canções inéditas

Zeze Di Camargo em gravação do projeto rústico
Legenda: Sertanejo explicou que trabalho solo não significa separação dos palcos do irmão
Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação

Desde o início da pandemia do coronavírus o sertanejo, Zezé Di Camargo passa os dias em contato com a natureza, o violão, a música e a família. Em isolamento social na fazenda, localizada no Araguapaz (GO), o cantor e compositor desenvolveu o projeto “Rústico”, que resgata a essência de homem do campo. Um detalhe importante é que o projeto foi gravado sem Luciano.

O repertório traz músicas inéditas e a regravação de “Pedras”. Zezé Di Camargo, que soma 30 anos da carreira do sertanejo ao lado do irmão Luciano. Em comunicado, o cantor afirmou que o trabalho solo não é uma separação, mas, sim, um projeto pessoal pelo qual vem se empenhando há bastante tempo.

Com direção de Anselmo Troncoso, produção musical de Felipe Duran, supervisão geral de Emmanoel Camargo e artística com assinatura de Rafael Vannucci, “Rústico” será traduzido em um produto audiovisual com EP apresentando cinco faixas e também clipes, que vão ganhar as plataformas digitais, o canal do artista no YouTube e todas as rádios do Brasil em breve.

Trago na mente a história do berço onde nasci, sou poeta cantador das agruras que vivi. Sou menino viajante em busca de algo mais, mas um dia eu volto e planto os meus sonhos em Goiás’. No fundo é isso, com a ausência dos shows, voltei às origens, levei a minha mulher e os meus pais para a fazenda. Lá, dia a dia, crescia a vontade de produzir algo com o meu jeito de ser. É bem assim: plantar os sonhos na minha terra
Zezé Di Camargo.
Cantor

Participação especial

Jacques Vanier participou de novo projeto de Zezé Di Camargo
Legenda: Jacques Vanier participou de novo projeto de Zezé Di Camargo
Foto: Flaney Gonzallez/Divulgação

O único feat do projeto será do digital influencer Jacques Vanier, conhecido no Brasil por ser o “caipira” que conquistou o público de 8 a 80. No mais, cada acorde terá seus tons e os dons de Zezé Di Camargo nas plataformas de músicas.

O repertório de rústico traz as canções inéditas "Fraude, "Banalizaram", Vou Ter Que Tomar Uma" e "35 Latinhas de Cerveja".As letras são assinadas por Henrique Casttro/Ronale, Ricardo Vismarck, Elvis Elan, Maykow Melo, Bruno Mandioca, Danimar, Victor Gregório e Marco Aurélio.

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit