Fotógrafo policial que iniciou tiroteio em show de Matuê é preso em São Paulo

Profissional baleou um homem durante apresentação musical. Caso está sendo investigado

Legenda: Matuê mandou forças para o homem que foi baleado no show dele
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um policial civil foi preso em flagrante depois de iniciar um tiroteio no show do rapper cearense Matuê, em Santos, no litoral de São Paulo. O caso aconteceu na madrugada desse domingo (8), quando o policial de 36 anos, que é fotógrafo, disparou contra um caminhoneiro, de 39 anos. As informações são do g1.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-SP), a vítima foi baleada após discutir com o fotógrafo e recebeu socorro de frequentadores da festa. O caminhoneiro foi encaminhado para a Santa Casa de Santos, por volta de 5h, passou por cirurgia e segue internado. 

O policial foi encaminhado para a 6ª Corregedoria Auxiliar de Santos. O caso foi registrado e está em investigação no local.

Devido ao tiroteio, foram solicitados os exames periciais ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML).

Nota da organização do show

A Jota Music Eventos, responsável pela organização do show, declarou que ainda estão esclarecendo os fatos com as autoridades policiais e recolhendo as informações do ocorrido. 

"Importante esclarecer que a casa tinha alvará de funcionamento e os requisitos necessários. Saliente-se que em pouco tempo realizamos a evacuação total da casa, junto a saídas de emergência", compartilharam em nota ao g1.

A organização contratou uma ambulância para permanecer no local. Após a ocorrência, prestou os primeiros-socorros à vítima e a levou para o hospital. "Os bombeiros e os enfermeiros que estavam na casa orientaram todos e realizou os primeiros procedimentos com a vítima", detalhou.

Além disso, compartilharam que o evento contava com a presença de segurança, bombeiro, enfermeiro e UTI móvel.

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit