Festa clandestina com show de Matheus e Kauan é encerrada em São Paulo

"Infelizmente a parte contratante não respeitou o pactuado", disse a dupla em nota

Dupla foi contratada para fazer presença VIP, disse assessoria em nota
Legenda: Dupla foi contratada para fazer presença VIP, disse assessoria em nota
Foto: Reprodução/Instagram

Um evento clandestino com cerca de 500 pessoas foi encerrado na madrugada deste domingo (11). A festa contou com a apresentação da dupla sertaneja Matheus e Kauan e aconteceu em um escritório de advocacia nos Jardins, bairro da Zona Oeste de São Paulo.

Na ocasião, foram apreendidos tickets e comandas de consumo. A responsável pelo local foi conduzida à delegacia, onde foi elaborado boletim de ocorrência e ela autuada por infração de medida sanitária preventiva.

A força tarefa que contou com o apoio dos órgãos Municipais e Estaduais de Vigilância, efetuou a interdição do local, multa por aglomeração, falta de uso de máscara, falta de sinalização entre outras.

Descumprimento contratual

Em nota ao É Hit, canal de música do Diário do Nordeste, a assessoria da dupla informou que os cantores foram contratados para realizar uma presença VIP em um aniversário, no dia 10 de julho de 2021, em uma pequena confraternização para familiares e amigos. 

No ato da contratação foi afirmado pelo contratante que seriam seguidos todos os decretos que regulam concentração de pessoas, adotando protocolos de segurança e que não haveria venda de ingressos. 

A dupla chegou ainda a realizar teste de Covid-19 no dia do evento e o mesmo teve como resultado “Não Reagente”. 

"Infelizmente a parte contratante não respeitou o pactuado, efetuando venda de ingressos sem nenhum comunicado e autorização, bem como também desrespeitou o acordado no que tange aos números de pessoas no local", disse a dupla por meio de comunicado.

O departamento jurídico que assessora os artistas adotará as medidas cabíveis relativo ao descumprimento do contrato.

 

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit