Mulher trans tem 40% do corpo queimado durante tentativa de homicídio em Recife

Um adolescente foi apreendido suspeito de ser o autor do crime

Hospital da Restauração, onde a mulher trans que teve o corpo queimado foi internada
Legenda: A vítima foi internada na enfermaria para queimados no Hospital da Restauração
Foto: reprodução/TV Globo

Uma mulher trans teve 40% do corpo queimado em uma tentativa de homicídio na madrugada desta quinta-feira (24) em Recife, Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, um adolescente foi apreendido e autuado como autor do crime. As informações são do G1.   

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestou assistência à vítima, que foi encaminhada para o Hospital da Restauração, no bairro Derby. A unidade de saúde informou, nesta sexta-feira (25), que o quadro de saúde da paciente é considerado estável e que ela está internada na enfermaria voltada para tratamento de queimados.    

Conforme o boletim de ocorrência, que o portal teve acesso, testemunhas relataram que a vítima, que vive em situação de rua, estaria com o suspeito em um barraco de lona. O jovem teria ateado fogo na mulher e, em seguida, tentou fugir, mas foi pego por policiais.   

Corpo em chamas

Segundo a Polícia Militar, agentes passavam próximo ao Terminal de Ônibus do Cais de Santa Rita, no bairro São José, quando foram acionados pela população e encontraram a vítima com o corpo em chamas.  

Com a mulher não foi encontrado documentos de identificação.   

O caso foi registrado na 7ª Delegacia de Polícia de Plantão da Criança e do Adolescente, no Recife, como "ato infracional análogo a homicídio doloso tentado". E, segundo o delegado José Renato, titular da Delegacia de Polícia de Atos Infracionais (Depai), o adolescente foi levado à Unidade de Atendimento Inicial (Uniai) da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase).  

Solidariedade  

O prefeito de Recife, João Campos (PSB), prestou solidariedade ao episódio pelo Twitter. Na postagem ele determinou que a Secretaria de Desenvolvimento Social do município faça o acompanhamento e ofereça assistência necessária à vítima da tentativa de homicídio.  

"O que aconteceu é intolerável, atinge a todos e todas nós, comprometidos com a causa dos direitos humanos e do enfrentamento a qualquer tipo de violência e preconceito", declarou o prefeito na mensagem publicada nessa rede social.  

Tweet João Campos
Foto: reprodução

Assassinato de mulher trans no Recife

No último dia 18 de junho, uma mulher trans foi encontrada morta em casa, no bairro do Ipsep, Zona Sul do Recife. Dias depois, o companheiro dela foi preso suspeito de ter cometido o crime.  

O corpo de Kalyndra Selva Guedes Nogueira da Hora, de 26 anos, foi encontrado após uma denúncia sobre cheiro forte saindo da residência da vítima.   

Segundo a Polícia Militar, familiares relataram que a causa da morte podia ser asfixia.