Que carreira seguir: as dúvidas por trás da escolha

Dúvidas como “serei feliz nessa profissão?”, “terei emprego naquela área?" estão entre as principais dúvidas dos jovens do Ensino Médio.

Nayana Ferreira
Nayana Ferreira: maior número de possibilidades de profissões disponíveis no mercado causam mais angústia na hora de decidir. Bruno Bressam/Divulgação

O que você vai ser quando crescer? Aquela pergunta clássica que todo adulto gosta de fazer às crianças volta a ser feita na adolescência. Mas, diferentemente da época da infância, a resposta nem sempre está na ponta da língua. A escolha da carreira vem, para muitos jovens em idade escolar, cercada de dúvidas e medos de se tomar a decisão errada. “O jovem se percebe no meio de um turbilhão de emoções, em que ele busca saber quem é, o que quer e para onde quer ir”, observa Nayana Ferreira, psicóloga da Central de Carreiras da Universidade de Fortaleza (Unifor). “Os cronogramas das provas, a pressão social e da família, tudo isso colabora para intensificar esse momento”, completa.

Dúvidas como “serei feliz nessa profissão?”, “terei emprego naquela área?”, “terei dinheiro e sucesso?”, “serei valorizado pelos demais?” são comuns entre os estudantes que estão vivenciando essa fase. Para Nayana Ferreira, as incertezas que a geração atual experimenta são até maiores do que as vividas por gerações passadas. “Hoje, os jovens têm contato com um número muito maior de possibilidades de profissões disponíveis no mercado, causando mais angústia na hora de decidir a carreira”, argumenta a psicóloga.

Como escolher
Não só o número de profissões cresce e o mercado se torna cada vez mais competitivo e exigente, como o interesse por várias áreas contribui para aumentar a dúvida quanto à carreira. Mas, como observa Nayana Ferreira, há meios e estratégias para encontrar as respostas que os jovens indecisos procuram. “Podemos destacar que a família é influência fundamental nesse processo, como também os amigos e o meio social cultural que ele está inserido”, afirma a especialista.

Receber o apoio da família e dos amigos, bem como ter contato com a realidade das profissões são formas interessantes de descobrir que carreira seguir. Mas a dica fundamental é buscar o autoconhecimento. “Só através do autoconhecimento o jovem se sente seguro e mais preparado para as tomadas de decisões tão importantes nessa fase da vida”, enfatiza a psicóloga. Aos estudantes que estão cheios de dúvida ela deixa um conselho: “Pense: essa escolha que você está fazendo hoje é a escolha possível no momento, baseada em tudo que você pesquisou, vivenciou e refletiu. Ela não precisa ser para o resto da vida se você descobrir que não é aquilo que pensava”.

Dicas para ajudar a escolher a carreira

O sonho da universidade

Ingressar na universidade é uma ideia que traz muitas dúvidas sobre esse novo mundo do Ensino Superior. “Muitas vezes, a formação do conceito sobre alguma profissão é desenvolvida de maneira idealizada, contendo pouca ou nenhuma informação concreta”, avalia Nayana Ferreira. Para a psicóloga, eventos como a Feira de Profissões da Unifor podem aproximar o estudante dessa realidade e ajudar a diminuir as dúvidas. “Os jovens terão contato com os profissionais da área, palestras e laboratórios apresentando um pouco da parte prática e poderão conhecer também toda a atmosfera que perpassa a universidade”, afirma. Esse ano, a Feira de Profissões da Unifor acontecerá nos dias 3 e 4 de maio, com a realização de palestras, shows, oficinas e workshops. Todos os eventos são gratuitos. Saiba mais aqui.

CONTEÚDO PUBLICITÁRIO ESPECIAL
Feira de Profissões Unifor Logo 2019