O esportivo mais barato do Brasil

Legítimo esportivo, Sandero RS surpreende

RS

O Renault Sandero é uma das opções disponíveis no segmento de hatches compactos no mercado brasileiro. Velho conhecido em nosso País, o modelo se sobressai por ser o único entre os “tradicionais” a dispor de uma versão esportiva, a R.S. com motor 2.0 flex.
Coube à RS, Renault Sport, divisão de competição da marca francesa, preparar esse “esportivo nacional” ao trabalhar o motor 2.0 para chegar aos 150 cv de potência e acertar o modelo para as pistas. Foi a  primeira vez que essa equipe desenvolveu um carro de pegada esportiva para um país fora da Europa. E como bem disse um jornalista amigo, “a vida é muito curta para não dirigir carros divertidos”. E o o Sandero RS é pura diversão.
No Brasil existe a tradição das montadoras lançarem versões esportivas dos seus modelos, principalmente dos hatches, mas, ultimamente, elas não passam de esportivos de adesivo, isto é, edições com algumas modificações estéticas, mas nenhum ganho mecânico que altere o comportamento em relação às demais versões. Antes existiam modelos que ganhavam motores de capacidade volumétrica maior, alterando o desempenho em relação às versões “normais”.
Ao adotar o motor maior e modificá-lo para um melhor desempenho, retrabalhar o conjunto de suspensões, freios e escapamento, e ainda redesenhar peças e trocar revestimentos, a Renault não só resgatou os bons tempos dessa tradição como elevou a prática a um novo patamar.
O Sandero RS tem um novo para-choque dianteiro, totalmente redesenhado. Ele ganhou DLR (luzes de posicionamento diurno), spoiler destacado, abertura inferior ampliada e com recortes mais angulados. Essa área recebeu tela de proteção em forma de colmeia e uma moldura saliente que contorna e atravessa o para-choque de ponta a ponta. Na série Racing Spirit ela é pintada em vermelho, tornando-se o elemento mais marcante desta edição especial.
Já o para-choque traseiro teve apenas o extrator redesenhado para receber a ponteira dupla do escapamento e ele também foi pintado nessa cor característica  da série. Capas dos retrovisores, adesivos alusivos à série e as pinças das pastilhas de freio completam o conjunto de peças destacado com a mesma cor vermelha. Ela está tão associada à Racing Spirit que a Renault só disponibiliza as cores branca, prata e preto para a carroceria, pois a cor vermelha disponível para o RS “normal” inviabilizaria a aplicação destes detalhes em vermelho sobre a mesma.
O motor, o câmbio e a suspensão se completam. São 150 cv de potência e muita estabilidade para acelerar com segurança. “Ele foi totalmente preparado para ser um legítimo esportivo”, confirmou Alexandre Leão, Superintendente da Regence Renault. “Um carro que cabe na sua garagem e no seu bolso”, conclui.

FICHA TÉCNICA
Motor:
 2.0 L FLEX
Potência: 150 CV
Câmbio: Manual
Preço: R$ 64.990