Torcedor impaciente

Confira a coluna desta segunda-feira (17) do comentarista Wilton Bezerra

Montagem com fotos de Silvio Romero e Zé Roberto
Legenda: Os atacantes Silvio Romero e Zé Roberto foram contratados por Fortaleza e Ceará, respectivamente
Foto: divulgação / Independiente-ARG e divulgação / Atlético-GO

O torcedor cearense adora contratações.

Essa frase foi sempre pronunciada, como se anunciasse uma promoção ou grande acontecimento do começo de ano.

A ênfase injustificada dá impressão de que a frase tem grande valor literário e auditivo.

Na verdade, é uma frase besta, sem valor nenhum.

Aliás, o melhor seria se referir a reforços, porque contratações remete a um certo fake.

O que desejo falar, mesmo, é sobre a pressão exercida pelo torcedor e, às vezes, pela própria mídia esportiva, para que os clubes se reforcem o mais rápido possível.

Em passado que não está tão longe, por conta dessa pressão, muitos "bondes" (jogadores sem qualidade) desembarcaram aqui, para prejuízo dos clubes.

É bom que se diga: muita "contratação", feita com intenções promocionais, sem maiores critérios.

Era o tempo dos "mísseis', "bombas de mil megatons" ou "traques molhados".

Claro, alguns acertos, é preciso reconhecer.

As coisas mudaram nos últimos anos e a aquisição de jogadores tem sido feita com maior rigor seletivo.

Ainda assim, são cometidos erros nas escolhas.

Futebol ficou caro e, se os times têm maior faturamento, jogador passou a custar uma fortuna.

Mas, diante de tantas competições que os times terão pela frente, este ano, o torcedor de exaspera.

E. aí, pelos microfones da vida, os gestores dos clubes são tratados até com termos insultuosos.

Quem torce em futebol não tem paciência e o imediatismo faz parte de sua ação.

Ceará e Fortaleza já estão anunciando reforços.

Que isso acalme a massa torcedora.