Fortaleza errou demais

Confira a coluna desta quinta-feira (16)

Atletas de Fortaleza e Avaí disputam bola
Legenda: O Fortaleza foi superado pelo Avaí, fora de casa, e seguiu na lanterna da Série A
Foto: Bruno Oliveira / Fortaleza

Sem querer, claro, o Fortaleza ajudou o Avaí a derrotá-lo.

Vacilou e deu o primeiro gol. Cometeu penalidade e levou o segundo.

Não resolveu a ocupação do lado direito (Hércules ou Lucas Lima), além de não conseguir adiantar suas linhas.

Fez um bonito gol, com Robson, mas não incomodou muito os donos da casa.

Crispim foi como ala, pela direita, no segundo tempo,  providência que Vojvoda tinha que ter tomado na escalação inicial.

A esperança de virar o placar veio com o belíssimo gol de Moisés.

Só que o tricolor, no desespero de conseguir o resultado redentor, foi para cima do Avaí, sem ordem nenhuma.

Não observou que o adversário possuía jogadores rápidos para os contragolpes - Bissoli, Pottker e Renato - que entrou no posto de Muriqui.

Mas, o "compromisso" com o erro (Ceballos) obrigou o goleiro Boeck a cometer a segunda penalidade do jogo.

Desta vez, Bissoli até que bateu mal, mas não teve jeito: Avaí  3 x 2.

Desta vez, não dá para dizer que "o Fortaleza jogou bem, mas não ganhou."

O Avaí é que foi melhor e venceu.

A primeira providência de quem se afunda em um buraco é deixar de cavá-lo.

O tricolor, infelizmente, não está fazendo isso.