Fortaleza deu duro para vencer CSA

Confira coluna deste sábado (17) do comentarista Wilton Bezerra

wilton1
Legenda: Tricolor do Pici enfrentou dificuldades para superar o CSA na Copa do Nordeste
Foto: Kid Júnior

Sem condições de impor protagonismo, o Fortaleza deu um duro danado para vencer o CSA por 2 X 1.

Os alagoanos entraram ferroando com duas chegadas no campo defensivo do tricolor através de Delatorre e Marcos Túlio.

O gol assinalado por David (que a arbitragem quis anular) não alicerçou uma base de equilíbrio capaz de fazer o Fortaleza o patrão da bola.

O CSA chegou ao empate num pênalti cometido por Pikachu e o resultado igual espelhou bem as ações da primeira fase.

Certamente que Enderson Moreira não vai mais repetir a formação que mandou a campo, tampouco tolerar a omissão de certos setores da equipe.

Ao tirar Pikachu (que saiu sem saber sua função no time) e Daniel Guedes, para entradas de Tinga e Wellington Paulista, no segundo tempo, o Fortaleza experimentou reduzidos momentos de melhora.

Acabou espetando quatro homens de ataque quando fez entrar Romarinho, e deixou o trabalho de carpintaria com Éderson e Jussa.

O desempate com  gol de Bruno Melo não impediu o sufoco que levou do CSA em alguns momentos da segunda fase.

No estertores do jogo, o Fortaleza só encontrou como arma para manter o placar favorável - os constantes estouros de bola da defensiva.

Contra o Bahia, precisa repetir o futebol jogado contra o tricolor da boa terra um dia desses.