Ministério da Economia lançará edital para 300 vagas de níveis médio e superior

Confira divisão das vagas; salários ainda não foram divulgados

Ministério da Economia prédio
Legenda: Ministério da Economia, em Brasília
Foto: Divulgação

O Ministério da Economia foi autorizado a abrir processo seletivo para 300 vagas temporárias. O edital deve sair em até seis meses a contar desta sexta-feira (27) e trará informações de salários e outros pontos. A portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União (DOU).

Veja a divisão das 300 vagas

  • 40 para analista de negócio (nível superior)
  • 145 para analista técnico de demandas previdenciárias, judiciais e de controle (nível superior)
  • 115 para atuar como técnico em atividades previdenciárias e de apoio (nível médio)

Os contratados serão alocados no Decipex (Departamento de Centralização de Inativos, Pensionistas e Órgãos Extintos) e atuarão na centralização de serviços de inativos e pensionistas de órgãos federais, de acordo com a portaria.

"O edital de abertura das inscrições deverá prever o número de vagas, a área de atuação, a descrição das atribuições, a remuneração e o prazo de duração do contrato", informa a publicação.

Pontua ainda a portaria que os "profissionais civis atenderão necessidade temporária de excepcional interesse público".

O edital deve sair até fevereiro de 2022.



Assuntos Relacionados