Novas regionais: veja quem comanda as principais áreas de Fortaleza

fotografia
Foto: Fabiane de Paula

A gestão das 12 regionais de Fortaleza, no novo formato – decretado recentemente pelo ex-prefeito Roberto Cláudio, após aprovação na Câmara Municipal – sob a gestão do prefeito Sarto Nogueira (PDT), mescla indicações políticas ligadas aos partidos aliados, alguns nomes técnicos e inclui acomodações que modificam a composição da Câmara Municipal de Fortaleza. Por conta disso, a lista acaba contemplando mais aliados do prefeito, eleito em uma ampla frente de partidos, que ganhou ainda mais peso no segundo turno. A lista estava programada para sair no início desta semana, mas as articulações duraram até ontem. Quando esta coluna teve acesso à lista, em primeira mão, alguns nomes ainda estavam tendo a confirmação das indicações.

Legislativo

A convocação do prefeito promove, de cara, duas mudanças na composição da Câmara Municipal de Fortaleza. No PDT, partido de Sarto, sai o vereador Raimundo Filho. Ele assume a Regional 11,que envolve Pici, Bela Vista e Panamericano. No lugar, entra Iraguassú Filho, que será um dos dez vereadores da legenda.

Antes, a ida de Elpídio Nogueira para a Secretaria de Cultura havia aberto vaga para o primeiro suplente, Carlos Mesquita. Este, por sinal, já tomou posse está no exercício do mandato.

Mais aliados

Na chapa do Cidadania, que elegeu três vereadores, mais uma mudança. Sai o vereador Michel Lins, novo titular da Regional 3, de bairros como Antônio Bezerra e Rodolfo Teófilo. A ida de Michel para o Executivo contempla duplamente o Cidadania, que já tinha Alexandre Pereira mantido na Secretaria de Turismo.

Além disso, o primeiro suplente do partido, Pedro França, assume o mandato. Ele é neto da secretária de Proteção Social e Justiça do Governo do Estado, Socorro França.

Partidos

Entre as legendas, o PSD, do ex-vice-governador Domingos Filho, indicou dois secretários. Rennys Frota, que já foi secretário no governo Cid, assume a Regional 2, de Aldeota e Meireles. E o psicólogo Moacir Soares passa a comandar a Regional 5, da região do Bom Jardim, na gestão Sarto Nogueira. O PP, liderado no Estado pelo secretário de Cidades do Ceará, Zezinho Albuquerque, também indicou dois gestores: Benigno Júnior, ex-vereador e suplente do partido, vai para a Regional 7, que engloba Praia do Futuro e Cidade 2000. E outra indicada do partido, tida também na cota dos nomes mais técnicos, é a advogada Darlene Braga, da Regional 9, do Conjunto Palmeiras e Barroso.

Familiares

Embora seja filiado ao DEM e primeiro suplente do partido na Câmara, Adams Gomes é uma indicação do pai, o deputado estadual Tin Gomes (PDT), e vai comandar uma área importante da Cidade, que engloba bairros como Fátima, Damas, Montese e Parangaba. Recentemente, na discussão da nova Mesa Diretora da Assembleia, Tin havia ficado de fora da composição. Já o ex-vice-prefeito Moroni Torgan (DEM) indicou o filho, Mosiah, mesmo ele sendo filiado ao PDT. Ele ficará à frente da Regional 8, formada por bairros como Serrinha e Passaré. Na Regional 10, de bairros como a Maraponga, o arquiteto Leonardo Freire vai para a conta de indicação do PRTB. Leonardo é irmão do deputado federal Heitor Freire (PSL), que foi candidato a prefeito de Fortaleza.