Sony Music celebra contrato para aquisição da Som Livre

Do Ceará, gravadora carioca conta com nomes como Jonas Esticado e Wesley Safadão

Cearenses Jonas Esticado e Wesley Safadão já gravaram feat
Legenda: Cearenses Jonas Esticado e Wesley Safadão já gravaram feat
Foto: Divulgação

A Sony Music anunciou, nesta quinta-feira (1º), ter assinado acordo definitivo com a Globo para aquisição da empresa independente de música Som Livre. Do Ceará, Jonas Esticado e Wesley Safadão são nomes do casting da gravadora carioca. 

Segundo comunicado da Som Livre, a marca se tornará um centro criativo independente dentro da Sony Music que continuará a contratar, desenvolver e promover seu próprio elenco de talentos, e fornecer uma ampla gama de serviços à comunidade musical brasileira. Marcelo Soares continuará como CEO da Som Livre.

A aquisição está sujeita às condições regulatórias e de fechamento usuais, incluindo a aprovação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

A Som Livre é uma empresa desenvolvedora de repertório em diversos gêneros relevantes no Brasil como sertanejo, pagode, funk, forró e MPB, com operações adicionais em edição musical, música ao vivo e distribuição.

Cearenses na Som Livre

Dois nomes em alta no forró fazem parte da gravadora. De Fortaleza, o cantor Wesley Safadão é um dos nomes mais fortes do gênero nordestino. Em 2015, o forrozeiro lançou a primeira produção audiovisual com o selo da gravadora —  o "Ao Vivo em Brasília". O repertório escancarou o trabalho do forrozeiro para o Brasil. 

Em 2017, o cearense Jonas Esticado teve o início da carreira abraçado pela Som Livre. O primeiro trabalho lançado pela marca foi o DVD "Jonas Intense", gravado em Maceió (AL) com 18 músicas. 

A assessoria do cantor Wesley Safadão informou que ele segue com contrato com a Som Livre. A reportagem aguarda resposta da equipe de Jonas Esticado sobre o assunto.

Oportunidades

Evento Festeja aconteceu em diferentes edições no estacionamento da Arena Castelão
Legenda: Evento Festeja aconteceu em diferentes edições no estacionamento da Arena Castelão
Foto: TV Verdes Mares

No Brasil, a Som Livre é responsável por diversos festivais, incluindo o Festeja, maior festival de música sertaneja no país, e opera também a Fluve, uma plataforma de distribuição digital de música com foco em artistas e selos independentes brasileiros.

Ao se unir à Sony Music, o consagrado elenco e autores da Som Livre terá acesso à rede global de recursos e parcerias para oferecer maior alcance mundial para a comunidade criativa brasileira. 

Rob Stringer, Chairman, Sony Music Group declarou que a parceria ampliará oportunidades para nomes nacionais. “Estamos encantados em investir na Som Livre e ampliar nossa relação com essa empresa tão especial. O Brasil é um dos mercados musicais mais dinâmicos e competitivos em crescimento no mundo e nós traremos enormes oportunidades para os talentos através da nossa visão compartilhada”.

Marcelo Soares, CEO da Som Livre avaliou que a gravadora teve um excepcional período de 50 anos como uma empresa da Globo. "O suporte da Globo foi fundamental para o crescimento da Som Livre, sobretudo pela última década, quando construímos o negócio ao que ele é hoje. Olhando para o futuro e enxergando todas as oportunidades pela frente, é muito empolgante saber que teremos a Sony Music conosco. Estamos, mais uma vez, no lugar certo para garantir as melhores possibilidades de desenvolvimento de carreira para nossos artistas e funcionários".

Jorge Nóbrega, CEO da Globo, diz se sentir feliz em ter encontrado na Sony uma nova casa para a Som Livre. "A Som Livre produziu e lançou músicas com a Globo por mais de meio século, foi um importante capítulo na história da Globo. Nós queríamos assegurar que esse acordo preservasse tudo que a Som Livre representa para os brasileiros".

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit