Matheus Alves leva o forró da Paraíba em estreia no 'São João de Todos'

Aos 19 anos, jovem forrozeiro diz olhar pelo trabalho de Felipão e Genival Lacerda

Paraibano tem trabalho autoral em repertório
Legenda: Paraibano tem trabalho autoral em repertório
Foto: Lucas Facundo/Divulgação

Na infância, o jovem Matheus Alves pensou em ser padre. No ensino médio, atingiu uma boa nota para o curso de medicina e até cogitou a vida acadêmica, mas foi na música que o paraibano se encontrou. Natural de Campina Grande (PB), ele estreou no "São João de Todos", nesta semana, e representou a cidade natal.

Apaixonado por música, aos 14 anos, Matheus Alves começou a tocar sanfona após ver um amigo com o instrumento. Mesmo com a pouca idade, começou no meio musical por meio de bandas locais que tocavam pé de serra. 

Assista entrevista:

"Eu disse a minha família que queria seguir carreira música e tive apoio. Meus pais concordaram. Hoje, são os que mais me apoio pela minha escolha. A música é uma arte que salva", ressalta Matheus Alves. 

O tempo passou e a vontade em assumir os vocais da própria carreira também. Por meio do projeto "Duelo de Vozes", produzido pela plataforma "Sua Música", Matheus Alves surgiu digitalmente e foi o artista escolhido pelo público para firmar contrato com a produtora "Sua Música Records".

De inspirações da Paraíba, Matheus diz olhar pela carreira de Luan Estilizado e também pelo cantor Felipão. Ele também aponta admirar o trabalho do cearense Alcymar Monteiro e do paraibano Genival Lacerda.  "A irreverência deles, a forma de se portar, de se vestir, eu agrego muito na minha carreira". 

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit